Registrar
Acesso à Informação
Pesquisar
Dom, 01/05/16
Previsão do Tempo em Curitiba
maxima minima
16º
Prefeitura Municipal de Curitiba
Secretaria Municipal do

Meio Ambiente

Limpeza Pública

De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída pela Lei Federal nº 12.305/2010, o poder público, o setor empresarial e a coletividade são responsáveis pelas ações voltadas a gestão integrada e ao gerenciamento dos resíduos sólidos.

No Município de Curitiba, compete à Secretaria Municipal do Meio Ambiente por meio do Departamento de Limpeza Pública a gestão dos resíduos sólidos, mediante a execução dos serviços de limpeza pública, atualmente realizados  por contratação, cabendo a este departamento gerenciar, supervisionar e fiscalizar os serviços executados. O Departamento de Limpeza Pública possui em seu quadro 80 servidores municipais distribuídos em atividades gerenciais, administrativas e de fiscalização e conta também com mais de 2700 trabalhadores de empresas terceirizadas executando os serviços de limpeza pública.

 

Conceito e Classificação de Lixo ou Resíduo Sólido

Resíduo é todo material, substância, objeto ou bem descartado resultante de atividades humanas em sociedade, no estado sólido ou semissólido, gases contidos em recipientes e líquidos cujas particularidades tornem inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos ou em corpos d’água.

            Os resíduos podem ser classificados de diversas formas. Quanto à natureza física podem ser classificados em secos e molhados; quanto a sua composição química em resíduos orgânicos e inorgânicos; e quanto aos riscos potenciais ao meio ambiente em resíduos perigosos e não perigosos.

Outra forma de classificação muito utilizada é quanto à sua origem. Neste caso, temos as seguintes categorias:

 

Resíduo domiciliar

É aquele originado da vida diária nas residências, constituídos por restos de alimentos (cascas de frutas, verduras, sobras, produtos deteriorados, etc), resíduos sanitários (fraldas, papel, higiênico, absorventes), jornais, revistas, embalagens plásticas, de vidro e de metal e uma grande diversidade de outros resíduos. Contém ainda alguns itens que são perigosos (pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes, embalagens de inseticidas, medicamentos vencidos, sobras de tintas e outros). A coleta e disposição final dos resíduos domiciliares são realizadas pela municipalidade.

 

Resíduo comercial

É aquele originado nos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços como supermercados, estabelecimentos bancários, lojas, bares, hotéis, restaurantes, dentre outros. A coleta e disposição final desta classe de resíduo são realizados pela municipalidade, na quantidade de até 600 L por semana. Acima desta quantidade, o gerador deve se responsabilizar pela contratação de coleta, transporte e destinação.

 

Resíduo público

São aqueles resultantes dos serviços de limpeza pública urbana, incluindo-se todos resíduos de varrição das vias públicas, limpeza de galerias, de córregos e de terrenos públicos, limpeza de feiras livres, corpos de animais e podas de árvores. A coleta e disposição deste resíduo são de responsabilidade da municipalidade.

 

Resíduos Vegetais e materiais inservíveis de madeira

São os resíduos sólidos oriundos das podas de árvores e jardins, além de móveis inservíveis e sobras madeiras. A sua coleta e disposição final são de responsabilidade da municipalidade, na quantidade de até 1000 L por bimestre. Acima desta quantidade, a responsabilidade passa a ser do gerador.

 

Resíduos da Construção Civil

São os resíduos provenientes de construções, reformas, reparos e demolições de obras de construção civil,  comumente chamados de entulho ou caliça. A coleta e disposição final desta classe de resíduo é de responsabilidade da municipalidade, na quantidade de até 500 L por bimestre. Acima desta quantidade, a responsabilidade passa ao gerador.

 

Resíduos de Serviço de Saúde

São os resíduos gerados nos estabelecimentos de saúdes, incluídos os hospitais, clínicas, laboratórios, farmácias, clínicas veterinárias, postos de saúde dentre outros. A coleta e disposição final desta classe de resíduos são de responsabilidade do gerador.

 

Resíduo Industrial

É originário das diferentes atividades industriais, apresentando características e composição muito variadas. Tanto pode ser um resíduo inerte como um resíduo  altamente tóxico.  A coleta e disposição final destes resíduos são de responsabilidade do gerador.

 

 

A Prefeitura Municipal de Curitiba oferece à população os seguintes serviços de limpeza pública:

  • Coleta de Resíduos Sólidos Domiciliares comuns
  • Coleta de Resíduos Sólidos Recicláveis – Programa Lixo Que Não É Lixo
  • Programa Câmbio Verde
  • Coleta de Resíduos Vegetal e Entulho
  • Varrição Manual e Mecanizada
  • Limpeza de feiras-livres
  • Limpeza Especial
  • Estações de Sustentabilidade Tipo I - para recebimento de resíduos recicláveis e Estações de Sustentabilidade Tipo II – para recebimento de resíduos recicláveis e de resíduos da construção civil de pequenas reformas como tijolos, restos de azulejos e madeira (até 05 carrinhos de mão)  e de resíduos vegetais (podas de árvores ou grama).
  • Coleta Especial de Lixo Tóxico Domiciliar 

 

Os resíduos coletados pela Prefeitura são destinados da seguinte forma:

  • Resíduo Domiciliar Comum – Aterro Sanitário;
  • Resíduo Reciclável – Usina de Valorização de Recicláveis e Barracões credenciados;
  • Resíduo Vegetal – Reaproveitamento como biomassa;
  • Resíduos Tóxicos domiciliares – Aterro para Resíduos Perigosos
Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484