Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Memória preservada

Memorial Paranista tem repasse de R$ 1,4 milhão pela Lei Rouanet

Prefeito Rafael Greca, e a governadora Cida Borghetti, assinam repasse de recursos pela Copel por meio da Lei Rouanet, para o projeto do Memorial Paranista. Curitiba, 19/12/2018. Foto: Pedro Ribas/SMCS

O projeto do Memorial Paranista e Jardim das Esculturas João Turin vai receber recursos da Lei Rouanet.  O prefeito Rafael Greca e a governadora Cida Borghetti assinaram, nesta quarta-feira (19/12), no Palácio 29 de Março um repasse de R$ 1,4 milhão para o projeto. A verba será transferida pela Companhia Paranaense de Energia (Copel) por meio da Lei Rouanet.

Greca disse que a ideia é buscar novos parceiros para a construção do Memorial, que terá um custo total entre R$ 7 milhões e R$ 9 milhões. “Os 165 anos do Paraná, comemorados hoje, estão sendo marcados pelo primeiro passo para a criação do Memorial Paranista, que vai fazer, em escala grandiosa, no parque São Lourenço, toda a obra de esculturas do João Turin”, disse o prefeito.

O prefeito destacou a importância do artista para a arte e a memória do Estado. “Ele nasceu em Morretes e procurou sempre retratar os índios, as onças, os elementos da araucária, os pinhões e foi inspirador do Movimento Paranista, que defende a bondade, a nobreza e a criatividade da gente do Paraná”, disse. “Vamos eternizar o grande nome do João Turin e o grande nome do Paraná”, definiu Greca.

A governadora ressaltou que a iniciativa vai preservar a memória do Estado. “Isso faz toda a diferença para o futuro do nosso Paraná e da nossa amada Curitiba. Eu agradeço essa iniciativa do prefeito Rafael Greca”, afirmou.  

O Memorial será instalado em uma área do Parque São Lourenço, de acordo com o Decreto 2218/2017, do final do ano passado, que destinou uma área do parque para a homenagem ao Movimento Paranista e ao escultor João Turin.

LEIA MAIS

O anteprojeto, que teve parte apresentada pelo prefeito, está em elaboração pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), em conjunto com a Fundação Cultural de Curitiba e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente. 

A previsão de implantação é entre 2019 e 2020. As peças que devem compor o espaço terão proporção de cerca de 2,5 vezes o tamanho de uma pessoa, formando o “maior jardim de esculturas do país”, de acordo com o prefeito. No total, serão aproximadamente 78 peças à disposição do público.

No local haverá ainda a Casa Paranista, com espaço de café, um jardim de esculturas, um atelier e área de exposições dos trabalhos de novos artistas. A Fundição Marumby, onde as esculturas em bronze tomarão forma, deverá ser destaque no parque.

João Turin

João Turin foi um artista modernista brasileiro, premiado pelo Salão Nacional de Belas Artes e mentor do Movimento Paranista. Ícone do Movimento e considerado precursor da escultura do Paraná, Turin nasceu em Morretes em 1878 e faleceu em 1948. Deixou inúmeras obras de destaque e que ocupam espaços importantes na cidade.

Parcerias e avanços

O evento marcou, ainda, mais uma parceria com o Governo do Estado com a assinatura de um convênio com o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), para o repasse de R$ 300 mil em recursos para Curitiba, pelos próximos dois anos. O valor será aplicado na compra de insumos para viabilizar a manutenção de animais silvestres vindos de apreensões. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente disponibilizará sua estrutura e técnicos para a recepção e cuidados destes bichos.

O prefeito assinou nesta quarta-feira (19/12), também a ordem de serviço para início da instalação de painéis fotovoltaicos no telhado do Palácio 29 de Março, o que deve iniciar em janeiro. Os recursos da ordem de R$ 552.374,11 são parte do valor vindo do Programa de Eficiência Energética da Copel Distribuição, regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Presenças

Participaram da solenidade o vice-prefeito Eduardo Pimentel; a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro; a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza de Oliveira Dias; e a subprocuradora-geral do Município, Rosa Maria Alves Pedroso; e o arquiteto do Ippuc, Guilherme Klock, responsável pelo projeto do Memorial Paranista.

Estiveram presentes, ainda, o diretor de marketing da Copel, Paulo Krauss; o diretor-presidente do IAP, Luiz Manzato; o gestor do projeto João Turin, Samuel Lago; o diretor de Relações Institucionais da Fecomércio, Walter Xavier; e o representante da Quantum Engenharia, que instalará painéis fotovoltaicos na sede da Prefeitura, Murilo Vill Magalhães.

Prestigiaram o evento os secretários municipais da Educação, Maria Silvia Bacila; e do Esporte, Lazer e Juventude, Emílio Trautwein. E o administrador da Regional Bairro Novo, Fernando Wernek Bonfim.