Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Linhas do Conhecimento

Materiais pedagógicos ficam disponíveis para a comunidade

O programa Linhas do Conhecimento, transforma Curitiba em uma imensa sala de aula. Foto: Valdecir Galor/SMCS

O programa Linhas do Conhecimento, que transforma Curitiba em uma imensa sala de aula, além de beneficiar diretamente os estudantes e professores participantes, também deixa seu legado pedagógico ao alcance de toda a comunidade.

“É um material rico, elaborado pela equipe técnica do programa, que embasa aulas de campo e propostas lúdicas e culturais na cidade, além de trazer sugestões de encaminhamentos conforme os anos letivos. Pode ser consultado pelas famílias, por professores da rede particular ou qualquer pessoa que deseje saber mais sobre assuntos como história, geografia, arte, cultura e outros temas de Curitiba”, explica a gerente do Linhas, Scheilla Orlosqui.

No caderno sobre a Biblioteca Pública do Paraná (BPP), por exemplo, estão informações sobre o surgimento das bibliotecas públicas no Brasil, a fundação da BPP, personalidades literárias e até esclarecimentos sobre o que significam os números e letras nas etiquetas de identificação das obras do acervo.

Já nas páginas da publicação sobre as Trilhas do Sagrado é possível percorrer as marcas das diversas religiões presentes em Curitiba, através de seus templos localizados no Centro Histórico.

O material também é uma fonte de informações sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs) da Organização das Nações Unidas (ONU), pois o programa Linhas do Conhecimento relaciona as aulas de campo e propostas culturais aos 17 objetivos definidos em 2015 pela ONU para melhorar a qualidade de vida no planeta, entre eles o combate à pobreza, à fome, redução de desigualdades, promoção do crescimento econômico sustentável, da igualdade de gênero e promoção da paz.

Segundo a superintendente de Gestão Educacional, Elisângela Mantagute, a agenda da ONU está intrinsecamente presente nas ações do Linhas do Conhecimento. “Com ele provocamos as crianças a serem cada vez mais conscientes de seu poder de influenciar a comunidade onde vivem”, afirma Elisângela.

“Os estudantes aprendem que atitudes locais impactam no cenário global. Dar o destino correto ao lixo, evitar e desperdício e promover a cultura da paz são ações que podemos e devemos incorporar ao dia a dia”, reforça Scheilla Orlosqui.

Os materiais pedagógicos criados pela equipe do programa Linhas do Conhecimento ficam disponíveis no site da Secretaria Municipal da Educação. Acesse aqui

Linhas do Conhecimento

Pelo programa, crianças e estudantes de escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) participam de aulas de campo e de propostas culturais e lúdicas em diversos espaços da cidade, como parques, praças, museus, faróis e teatros. O objetivo é fortalecer a identidade cidadã nos participantes.

Já beneficiou cem mil curitibinhas e dez mil professores desde sua criação, em 2017, pelo prefeito Rafael Greca.