Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Respeito

Empatia é o foco de ações educativas na Semana Nacional do Trânsito

Prefeito Rafael Greca participa da abertura da Semana Nacional do Trânsito. Curitiba, 18/09/2019. Foto: Valdecir Galor/SMCS

 

 

Empatia e respeito no trânsito é o conceito a partir do qual estão sendo desenvolvidas diversas ações encabeçadas pela Prefeitura de Curitiba. As orientações serão reforçadas com um novo personagem, o Tiba, lançado oficialmente na abertura da Semana Nacional do Trânsito (SNT), nesta quarta-feira (18/9), no Parque Barigui.

“A ideia é que todo mundo se una na conscientização de que a obediência às leis do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é do interesse de quem está andando na rua, de quem está conduzindo e também das famílias de todos os que estão andando na rua ou conduzindo”, afirmou o prefeito Rafael Greca.

O prefeito destacou que as ações educativas promovidas na cidade ao longo de todo o ano, e intensificadas neste mês de setembro, têm o intuito de evitar acidentes de trânsito que continuam provocando a morte de milhares de brasileiros. 

“A gente se comove com guerras no exterior, mas aqui no Brasil temos 50 mil mortes por ano no trânsito. Quando acontece um acidente, perde a sociedade inteira”, lamentou Greca, após assistir apresentação teatral dos alunos da Escola Municipal Vila Verde.

Eles vieram de Pato Branco, no Oeste do Estado, especialmente para participar do evento.  

“Deixe seu carro em casa”

Outro foco das ações do mês será o de reforçar que motoristas não devem dirigir após ingerir bebida alcoólica. Ação em conjunto com a iniciativa privada será realizada em bares e casas noturnas, nos próximos dias.

“O município tem feito sua parte, com ações constantes de engenharia, educação e, também, de fiscalização. Mas o cidadão também precisa fazer a sua”, alerta o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

A administração municipal já investiu R$ 61 milhões em segurança viária neste ano e reforçou as atividades coordenadas pela Escola Pública de Trânsito (EPTran). 

“Temos preocupação especial com as crianças, que serão os futuros motoristas, motociclistas e ciclistas, e por isso trabalhamos muito com as escolas”, disse Rangel.

Inclusão no trânsito

A solenidade também marcou o lançamento oficial do programa Trânsito Para Todos, voltado à inclusão e cujas atividades estão acontecendo pela cidade.

“O produto é um resultado consistente a partir das perspectivas dadas por todos os envolvidos na preparação do programa, que contou com representantes de órgãos de representatividade de deficientes físicos, cegos, surdos e com deficiência intelectual”, afirmou o diretor da EPTran, Claudionor Agibert.

Até o fim do mês, ações educativas com os integrantes do Comitê Trânsito Seguro também serão desenvolvidas pela cidade.

Toda a solenidade foi comunicada pela Língua Brasileira de Sinais (Libras) pelo guarda municipal Adriano de Souza Pereira e por um representante da Federação Nacional de Educação e Integração de Surdos (Feneis) e teve a participação de diversos representantes das associações e institutos de pessoas com deficiência.

Presenças

Prestigiaram a cerimônia o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel; o diretor-geral do Detran Paraná, coronel César Vinícius Kogut; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Paraná, Ismael Oliveira; o delegado da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), Leonardo Carneiro; o tenente-coronel do Batalhão de Trânsito da PM, Nasson Polack; o vice-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária, Mauro Gil; a secretária municipal da Educação, Maria Silvia Bacila; o diretor da Guarda Municipal, Carlos Celso dos Santos Junior; a secretária de Educação e Cultura de Pato Branco, Heloí Aparecida De Carli; a assessora dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Denise Moraes; representantes de motoclubes e da sociedade, envolvidos com o trânsito.