Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Cidade das Ideias

Cátedra Curitiba vai disseminar a experiência da cidade

Cátedra Curitiba vai disseminar experiência da cidade. Foto: Divulgação IPPUC

A partir de 2020, a prática urbana de Curitiba poderá ser conteúdo específico de extensão universitária, inclusive em inglês. A intenção faz parte do projeto Cátedra Curitiba, em desenvolvimento pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), em parceria com o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc).

“Curitiba é a cidade das ideias. A meta de criar a Cátedra Curitiba é para passar a ensinar sobre a cidade nos níveis de graduação e pós-graduação para compartilhar o conhecimento”, explicou o prefeito Rafael Greca.
 

A proposta foi apresentada em fevereiro deste ano pelo prefeito Rafael Greca a representantes da PUCPR e nesta terça-feira (1º/10) houve uma reunião para tratar da formatação do projeto.

Estiveram com o prefeito, no gabinete da Casa Polonesa do Ippuc, a decana da Escola de Arquitetura e Design da PUCPR, Angela Leitão, a pró-reitora de Graduação da PUCPR, Renata Werneck, a professora Sylvia Leitão do laboratório de Cidades da PUCPR e Isabela M. Cavalcanti de Albuquerque, coordenadora da PUC Carreiras. 

A reunião também teve a participação do presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur, e da secretária municipal da Comunicação Social, Mônica Santanna.

Na apresentação feita pelas representantes da PUCPR foram destacadas como metas a combinação de expertise entre o município e a academia, o intercâmbio de conhecimento e a transmissão de legado.

Conteúdo

O currículo está sendo montado por especialistas da PUCPR com base na Cátedra Barcelona. De acordo com as avaliações preliminares, o curso deverá ter duração de 30h a 45h (uma ou duas semanas) com aulas presenciais no Campus da PUCPR, no Prado Velho.

Deverão integrar o conteúdo, questões relacionadas ao planejamento e gestão urbana, que são demandas recorrentes de missões que visitam o Ippuc, tanto nacionais como do exterior, e atividades complementares a serem aprofundadas pela academia.

O curso de extensão poderá também ser matéria optativa a estudantes de graduação e pós-graduação das áreas de arquitetura e engenharia ou que tenham vínculo com gestão urbana. Outra possibilidade em estudo é a da oferta dos chamados “cursos in company” para grupos com interesses em temas específicos, ciclos de palestras e roteiros de visitas guiadas.

“Sou muito agradecido à PUCPR e estou muito feliz em lançar mais esta grande ideia. Porque acredito que o que não se compartilha, se perde”, frisou o prefeito.

Smart-City

O encaminhamento do projeto passa pela elaboração de um termo de cooperação específico ou de um aditivo ao termo existente entre o município e a universidade e a construção dos ambientes de conteúdo que deverão contar com links e aplicativos compartilhados pelas instituições.

A previsão é que a Cátedra Curitiba seja lançada em março de 2020. 

Também em março, durante a 3ª edição do Smart City Expo Curitiba, versão brasileira do maior evento de cidades inteligentes do mundo, deverá ser realizada uma aula magna do curso presencial de graduação para Tecnólogo em Cidades Inteligentes da PUCPR, o primeiro do país no gênero, que já terá inscrições abertas, a partir de 19 de outubro, para o próximo vestibular da universidade.