Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade Curitiba-Ouve 156 Acesso à informação
Alimentação

Armazém da Família

Atenção!

Para conter o avanço da COVID-19, a Prefeitura estabelece restrições de atividades e serviços na capital, de acordo com o  Decreto nº 990/2021. A situação é de Risco Médio de Alerta - Bandeira Laranja, conforme Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social de Curitiba.

Em razão disto, o Departamento de Promoção e Economia Alimentar estabelece:

  • As Unidades do programa estão abertas ao público de terça-feira a sexta-feira, das 8h45 às 17h15 horas, e sábado das 8h30 às 13h. 
  • Para evitar aglomerações nas dependências das Unidades e filas de entrada, deverá ser respeitado o limite demarcado, estabelecida a distância de 1,5m (um metro e meio) entre as pessoas.
  • Todos os beneficiários que apresentam sintomas de COVID-19 ou que tenham casos confirmados de pessoas próximas deverão ceder documento de identificação para que outra pessoa possa efetuar suas compras, não sendo obrigado que o indicado esteja autorizado no cadastro do titular.
  • Idosos, gestantes, pessoas acompanhadas por crianças de até 12 anos, portadores de necessidades especiais e doenças crônicas, deverão preferencialmente ceder documento com identificação para que outra pessoa possa efetuar suas compras, não necessitando que seu indicado esteja autorizado no cadastro do titular.
  • Fica proibida a entrada de mais de uma pessoa por família ou cadastro para efetuar as compras.
  • É proibida a permanência de pessoas com sintomas de doenças respiratórias, com febre, tosse, coriza em eventuais filas ou no interior dos Armazéns da Família;
  • Obrigatório o uso de máscaras.

Sobre o Programa

Armazém da Família é programa de Segurança Alimentar e Nutricional, da Prefeitura de Curitiba, que oferece alimentos básicos e de primeira necessidade, produtos de limpeza e higiene pessoal, a preços em média 30% mais baixos que no mercado tradicional.

Gerenciado pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN), atende famílias com renda bruta mensal de até cinco salários mínimos (referência nacional), residentes em Curitiba e nos municípios conveniados da Região Metropolitana, além de entidades sociais curitibanas.

Para participar o interessado deve ser maior de 18 anos, indicar os números do CPF e do RG, ter um endereço de e-mail, para receber notificações sobre os trâmites do seu processo de aprovação no programa. 

O cadastro é todo feito pela internet, do smartphone (celular) ou de um computador. Para efetivar o seu, clique aqui, escolha uma senha de seis dígitos, preencha as informações necessárias e encaminhe os documentos solicitados.

Para tirar dúvidas, entrar em contato com o suporte ao usuário pelo telefone (41) 3350-3890 (segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30), ou via e-mail suportecadastro@curitiba.pr.gov.br.Importante: É preciso enviar os documentos de todos os membros da família ou moradores na mesma residência.

Cadastramento e renovações

Desde 23/03/2020 o atendimento presencial (Rua da Cidadania), para orientações sobre o Cadastro do Armazém da Família está suspenso.

A solicitação ou renovação do cadastro do Armazém da família deverá ser feita pelo site https://portalsmab.curitiba.pr.gov.br. Este serviço pode ser acessado de um computador, tablet ou telefone celular com acesso à internet, em qualquer horário e dia da semana.

Para tirar dúvidas, entrar em contato com o suporte ao usuário pelo telefone 3350-3890 (segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30), ou via e-mail suportecadastro@curitiba.pr.gov.br.

Estas medidas levam em conta o disposto nos seguintes atos:  Decreto Municipal nº 421 de 16 de março de 2020, que declara situação de emergência em saúde pública no Município de Curitiba; Portaria nº 10 de 02 de abril de 2020; Lei n° 15.637, de 26 de maio de 2020, que altera a Lei nº 7462, de 23 de maio de 1990, que "Cria o Fundo de Abastecimento Alimentar de Curitiba";

Documentos necessários

  • Comprovante atualizado de endereço em nome de um dos cônjuges: Luz, Água ou Telefone Fixo com data de no máximo 3 (três) meses
  • Carteira de Identidade (frente e verso): obrigatório para maiores de 18 anos
  • CPF: obrigatório para maiores de 18 anos
  • Certidão de divórcio: ou de óbito do cônjuge ou dependente (se for necessário)
  • Carteira de Trabalho (devem ser enviadas as fotos da primeira e da segunda página, com os seus dados pessoais, e também da folha onde consta o último registro, e a próxima em branco): obrigatório para maiores de 18 anos. No caso do documento digital, deve ser enviado para avaliação o arquivo completo dos dados, em PDF, gerado pelo aplicativo ou pelo site da carteira de trabalho digital
  • Comprovante de renda: holerite ou contracheque
  • Declaração de Ajuste Anual de Imposto de Renda, se declarante DIRPF - Pessoa Física: recibo e declaração completa das informações prestadas à Receita Federal, com quase 7 folhas
  • Se estiver recebendo Seguro Desemprego, apresentar comprovante
  • Se Aposentado/Pensionista/Auxílio Doença, apresentar Demonstrativo de Crédito de Benefício do INSS, que pode ser obtido no endereço https://meu.inss.gov.br/central/index.html#/
  • Dos filhos menores: apresentar a Certidão de Nascimento ou Carteira de Identidade

Atenção! Caso o interessado em acessar benefícios do programa tenha participação como Pessoa Jurídica em alguma Empresa, deverá anexar documentos comprobatórios da renda obtida, tais como a Declaração Anual de Micro Empreendedor Individual (MEI). Demais empresas do Simples Nacional, apresentar a Declaração Completa de Informações Socioeconômicas e Fiscais (DEFIS).  Em caso de inatividade da Empresa, apresentar Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF).

Profissionais liberais: apresentar Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos - DECORE. 

O cadastro, protegido por senha escolhida pelo titular, é analisado pelos servidores do Departamento de Promoção e Economia Alimentar, em até três dias úteis. O usuário vai receber e-mail informando se sua aprovação foi confirmada ou não. Se a resposta for positiva, já pode começar a desfrutar dos benefícios do programa. 

Cadastro para produtos de dieta especial

Para solicitar o cadastro, indicando que necessita de produtos de Dieta Especial - DIESP, relacionados à doença celíaca ou sensibilidade ao glúten, intolerância à lactose, alergia à proteína do leite e diabete: basta a imagem de um documento médico comprobatório (declaração com carimbo médico e Código Internacional de Doença - CID), além do comprovante de residência, RG e CPF.

Não são exigidos outros documentos.

Cadastro com declaração de situação financeira instável

Para solicitar o cadastro, declarando que foi economicamente afetado pela pandemia COVID-19, e que está em situação financeira instável, deverão ser anexados o comprovante de residência, RG e CPF, e a Declaração de Insuficiência de Recursos Financeiros.  Este documento deve ser impresso e assinado. Ou, na falta de impressora, a declaração deve ser copiada na íntegra, de próprio punho, preenchida, assinada, e anexada no campo Documentos/Declaração de insuficiência

Não é preciso anexar outros documentos.

Cadastramento para servidores municipais de Curitiba

Os servidores da administração pública direta, autárquica e fundacional do Município, que recebem até cinco salários mínimos mensais, considerando o cômputo exclusivo do vencimento básico, já possuem acesso às unidades de vendas, juntamente com a composição familiar informada na Secretaria de Administração e de Gestão de Pessoal.

Documentos necessários para entidades sociais

** A documentação deve ser entregue no Núcleo Regional da Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional com abrangência sobre o endereço da entidade ou de onde desenvolve suas ações. São exigidos:

  • Estatuto Social que demonstre que a entidade possui sede em Curitiba e que trata-se de pessoa jurídica sem fins lucrativos
  • Comprovante de registro no Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) ou no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Curitiba (COMTIBA) ou no Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI). É possível também apresentar o “ateste” da chefia do Núcleo Regional da SMSAN, após visita técnica à instituição, comprovando que a entidade desenvolve trabalho relevante na área de saúde, educação ou segurança alimentar para a população em situação de vulnerabilidade social. O protocolo para o cadastramento pode ser complementado por entrevistas a beneficiários, se necessário
  • Ata da eleição de diretoria em exercício
  • Cópia do RG e CPF do Presidente e Tesoureiro da entidade
  • Declaração, firmada por seu representante legal, de que desenvolve ações assistenciais e de que os beneficiários possuem renda familiar mensal de até cinco salários mínimos

Eventuais mudanças na forma de operação da instituição, finalidade e/ou clientela-foco devem ser comunicadas imediatamente à SMASAN.

Dinheiro ou cartões

No momento da compra, o usuário só precisa informar o número do CPF e se identificar com a Carteira de Identidade ou a Carteira Nacional de Habilitação.

O pagamento das compras poderá ser realizado nas seguintes modalidades

  • Em dinheiro
  • Cartões de débito - Visa Electron, Maestro, Elo
  • Cartão de crédito - Visa, MasterCard, Elo, Hipercard, American Express. Pagamento em parcela única no vencimento de sua fatura e sem incidência de juros por parte da SMSAN. Em caso de dúvida sobre qualquer taxa financeira adicional, recorra a sua administradora de cartão
  • Cartão Qualidade - servidores da Prefeitura
  • Cartões-alimentação: Abrapetite, Brasil Convênio, Personal card, Trio Card, Life, Sulcard e Senff.

Tabela de preços dos produtos

Para acompanhar os preços dos produtos disponibilizados, semanalmente, nas lojas dos Armazéns da Família, clique aqui. São do tipo básicos (como arroz, feijão e leite), vindos direto do produtor (como mel e ovos de codorna), pães; laticínios, embutidos, frango, frios e ovos; material de higiene (creme dental e xampu), produtos de limpeza (como sabão e sacos plásticos)

Treze cidades parceiras

Os Armazéns da Família funcionam em nove cidades da Região Metropolitana de Curitiba: Agudos do Sul, Almirante Tamadaré (duas lojas), Bocaiúva do Sul, Campo Magro, Colombo, Mandirituba, Pinhais, Quitandinha e São José dos Pinhais. O atendimento é feito por unidades conveniadas próprias, ou seja, administradas pelos municípios.

Nestas cidades os cidadãos devem procurar os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) para conhecer as normas e formas de cadastramento, estabelecidas de acordo com cada realidade local.

Os moradores de Campo Largo, Quatro Barras e Fazenda Rio Grande podem comprar nas unidades de Curitiba.

O município de Cerro Azul, por meio de convênio com o município  de Curitiba, adquire produtos do Programa Armazém da Família para disponibilizar cestas básicas com preços acessíveis à população em situação de vulnerabilidade social. 

34 Unidades

O Armazém da Família tem 34 lojas distribuídas em diferentes bairros de Curitiba, o que facilita o acesso de seu público-alvo. Para verificar a localização e o horário de funcionamento de cada unidade, consulte a relação logo abaixo.

Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional

Locais de Atendimento

Os locais de atendimento são equipamentos urbanos utilizados ou pertencentes à cidade.