Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Ippuc 4.0

Universitários poderão contribuir com base de dados de planejamento

Prefeito Rafael Greca, com o coordenador de Pesquisas do IPPUC, Oscar Schmeiske, navega pela Rede Curitiba de Soluções Urbanas Inovadoras, desenvolvida pelo Instituto, que fará parte do segundo módulo do programa UniverCidade. Curitiba, 21/02/2019. Foto: Divulgação

O conjunto de informações e mapas interativos de Curitiba, disponível no portal do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), poderá contar com contribuições de universitários e também fazer parte de conteúdo acadêmico. 

A Rede Curitiba de Soluções Urbanas Inovadoras, desenvolvida pelo Ippuc, fará parte do segundo módulo do programa UniverCidade, de monitoria urbana, já em curso na Prefeitura, com a participação 173 de estagiários de ensino superior. 

O UniverCidade conta com estudantes de terceiro e quarto anos, de cursos das áreas de exatas, biológicas e humanas que estão iniciando estágios na estrutura municipal e que na tarde desta quinta-feira, (21/2), receberam as boas-vindas do prefeito Rafael Greca, em evento na Prefeitura

Mais cedo, no Ippuc, o prefeito fez consultas ao conteúdo disponível no portal do instituto. “A riqueza de conteúdo do Ippuc dará suporte à segunda etapa do projeto UniverCidade e também poderá enriquecer a cátedra Curitiba, uma matéria de conhecimento acadêmico sobre a cidade, que estamos construindo em conjunto com a PUCPR”, observou Rafael Greca.

A participação dos universitários, bem como professores e pesquisadores no módulo 2 do UniverCidade, com calendário ainda a ser definido, poderá se dar na consulta e troca de informações com o Ippuc e no auxílio ao processo de planejamento e gestão urbana.

LEIA MAIS:

Interação
Entre as informações abertas à população estão mapas interativos com informações detalhadas sobre Curitiba. Estão disponíveis o Mapa Cadastral de Curitiba, o de Marcos Geodésicos, Equipamentos Urbanos e de Acidentes de Trânsito. As cartas digitalizadas estão acessíveis no portal do instituto www.ippuc.org.br, a partir da aba Informações/Mapas. 

Pelos mapas é possível fazer os variados tipos de consulta, desde a simples localização de um imóvel pelo endereço ou pela indicação fiscal do carnê do IPTU, até o mapeamento e a visualização de gráficos com estatísticas de acidentes fatais de trânsito por regionais.

Todo o trabalho foi desenvolvido pela equipe técnica de Geoprocessamento que integra a Supervisão de Informações do Ippuc. “Os mapas interativos, também chamados de webgeo ou geoportal são fruto do trabalho de uma equipe de dez pessoas. Estão abertas à consulta, via internet, de informações antes disponíveis apenas para uso interno pelos técnicos”, explicou o coordenador de Pesquisas do Instituto, Oscar Schmeiske.

A equipe já estuda a compatibilização das informações para acesso por smartphones e aplicativos.

Ferramentas
As ferramentas disponíveis no Mapa Cadastral da Cidade também permitem aferir as medidas exatas das áreas pesquisadas, tanto lineares como angulares, com base em imagens captadas por aerofotogrametria, e incluir dados de vizinhança disponíveis de equipamentos públicos, como escolas e postos de saúde ou até mesmo Unidades de Interesse de Preservação (UIP).

As informações que podem ser adicionadas e sobrepostas ao mapa da cidade fazem parte da base de dados do Ippuc formatadas a partir de pesquisas contratadas pelo instituto ou de bases compartilhadas.
Segundo Schmeiske, os dados do mapa de acidentes de trânsito com vítimas fatais, por exemplo, são atualizados a partir de informações remetidas anualmente pela Secretaria de estado de Segurança Pública, Siate e Polícia Rodoviária Federal.

Com uma tabela de coordenadas, o usuário também pode acrescentar dados no mapa para uso próprio em sua estação de trabalho. De acordo com o coordenador de Pesquisas do Ippuc, os maiores usuários do portal de mapas interativos são representantes do mercado imobiliário e estudantes das áreas de engenharia e arquitetura.