Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Inovação

Startups do Vale do Pinhão são destaques do último dia do Smart City

Durante os dois dias do fórum internacional, os visitantes puderam acompanhar no Smart Plaza a exposição de produtos, serviços e soluções, além de pitchs (apresentações curtas) de 91 representantes de startups, empresas da capital e de órgãos do município. Na imagem, Vanessa Pestana Peixoto, sócia-fundadora da startup Boa Impressão, que fabrica impressoras 3D. Curitiba, 22/03/2019. Foto: Levy Ferreira/SMCS

A terceira geração do aparelho de testes de visão Adam Robô, uma das impressoras 3D mais baratas do Brasil e a “escola inteligente” que usa realidade virtual para ensinar inglês foram alguns dos destaques do segundo dia de apresentações de startups no Smart Plaza Vale do Pinhão, o principal espaço da área de feira do Smart City Expo Curitiba 2019. O maior evento de cidades inteligentes do mundo termina nesta sexta-feira (22/3) no Expo Barigui.

Durante os dois dias do fórum internacional, os visitantes puderam acompanhar no Smart Plaza a exposição de produtos, serviços e soluções, além de pitchs (apresentações curtas) de 91 representantes de startups, empresas da capital e de órgãos do município.

“São inovações que estão mudando o dia a dia das pessoas e também ajudando a rever a dinâmica e o planejamento de Curitiba, tornando-a ainda mais inteligente”, avalia Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba, órgão responsável pelo espaço da capital no Smart City.

Juliano Santos, fundador da empresa curitibana Prevention, apresentou em primeira mão no Smart Plaza a versão autônoma do Adam Robo, que dispensa a necessidade de um operador. Ainda protótipo, a terceira geração do aparelho de pré-teste de visão usa a inteligência artificial para literalmente conversar com o paciente e orientá-lo sobre todas as etapas do exame. “Esperamos estar com a versão final pronta para operacionalização no início de 2020”, prevê Santos.

Impressoras 3D

Outro expositor do Smart Plaza que chamou a atenção dos visitantes foi a startup Boa Impressão. Em sua sede no Bigorrilho, a empresa fabrica uma das impressoras 3D mais baratas do Brasil. “Representantes de várias cidades do mundo conheceram durante o evento nossa impressora Stella 2”, comemorou Vanessa Pestana Peixoto, sócia-fundadora da empresa da capital.

Os óculos de realidade virtual para aulas de inglês da escola de idiomas curitibana Beetools também foram muito disputados por quem circulou pelo Smart Plaza. “Buscamos oferecer uma nova forma de aprendizado de inglês. Ao trazer simulações reais de vida com os óculos, como uma ida ao mercado ou à farmácia, a facilidade do aluno em reter as informações ensinadas aumenta”, explicou Fernanda Ivatiuk, sócia-fundadora da startup.

Ônibus da inovação

Os visitantes do Smart Plaza Vale do Pinhão também puderam agendar, durante os dois dias do evento internacional, um passeio turístico denominado Roteiro da Inovação. “O tour foi criado para mostrar alguns dos espaços que representam a vocação inovadora de Curitiba”, explica Tatiana Turra, presidente Instituto Municipal de Turismo, órgão responsável por desenvolver o passeio.

O roteiro de três horas saia e retornava para o Expo Barigui, passando pela Torre Panorâmica das Mercês, pelo Bosque Alemão, pelo Farol do Saber e Inovação Manuel Bandeira, pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), pelo Instituto Cidades Inteligentes (ICI), pela Federação das Indústrias do Estados do Paraná (Fiep), pelo Teatro do Paiol (sede do evento Paiol Digital), pelo bairro do Rebouças (sede do Vale do Pinhão), pelo Shopping Itália (sede de várias startups), pelo Paço Municipal e pelo Cine Passeio (que receberá ainda este mês o segundo coworking público de Curitiba).