Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Aprovada na Câmara

Regulamentação do projeto Rosto da Cidade é avanço na recuperação urbana

Projeto Rosto da Cidade que irá revitalizar, em etapas, o Centro de Curitiba. Na imagem Sociedade Garibaldi - Curitiba, 12/112018. - Foto: Daniel Castellano / SMCS

Aprovada pela Câmara Municipal, nesta segunda-feira (11/3), a regulamentação do projeto Rosto da Cidade representa um avanço para recuperação urbana e revitalização da região central de Curitiba. O projeto de iniciativa do Executivo teve unanimidade entre os 29 votantes.

Desenvolvido pelo Ippuc em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Fundação Cultural de Curitiba e Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, o Rosto da Cidade tem seis etapas de execução e envolve revitalização de prédios públicos e privados de interesse histórico e melhorias na acessibilidade, paisagismo e iluminação pública

“A regulamentação do Rosto da Cidade é um benefício para Curitiba e todos os curitibanos, porque autoriza a Prefeitura a trabalhar na conservação não apenas dos edifícios públicos, mas também de importantes imóveis que hoje se encontram em situação precária”, afirma o coordenador do projeto no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Mauro Magnabosco.

“O Rosto da Cidade não é um projeto de mudança estética, mas uma ação ampla e integrada de renovação urbana da região central. Uma iniciativa do prefeito Rafael Greca para a atração de famílias e atividades que gerem renda em locais, antes referenciais, e que se transformaram em mocós e pontos de insegurança”, completa Magnabosco.

Seis etapas

A primeira etapa do projeto, que integra 14 imóveis municipais, já está em desenvolvimento, numa ação conjunta da Fundação Cultural e das secretarias municipais do Meio Ambiente e de Obras Públicas. Na lista de renovação desta primeira fase também foram incluídas, com pintura antipichação, as trincheiras da Travessa Nestor de Castro e da Rua 13 de Maio.

A segunda etapa compreende o Largo da Ordem, desde a Rua João Manoel (Praça João Cândido) até a Rua Barão do Serro Azul e a Rua São Francisco, desde a Rua Barão do Serro Azul até a Rua Presidente Farias.

A terceira etapa envolve as praças Tiradentes, Borges de Macedo e Generoso Marques; a quarta etapa o eixo entre as ruas Barão do Rio Branco e Riachuelo, a quinta etapa a Rua Trajano Reis, desde o Setor Histórico até a Praça do Gaúcho, e a sexta etapa a Rua Voluntários da Pátria e as praças Osório e Rui Barbosa.

Adesão

Os proprietários de imóveis interessados em fazer parte do programa deverão fazer o cadastro no site www.curitiba.pr.gov.br/rostodacidade e protocolar o termo de adesão na Prefeitura, no núcleo da Secretaria Municipal do Meio Ambiente na Rua da Cidadania da Matriz ou na sede da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, na Avenida Manoel Ribas, 2.727.