Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Segurança alimentar

Prefeitura planta as primeiras mudas na Fazenda Urbana

Dia de Campo no Espaço da Futura Fazenda Urbana localizada na Av. Maurício Fruet ao lado do Mercado Regional do Cajuru - Curitiba, 29/07/2019 - Foto: Daniel Castellano / SMCS

As primeiras hortaliças da Fazenda Urbana, no Cajuru, começaram a ser plantadas nesta segunda-feira (29/7), pelo prefeito Rafael Greca e servidores da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN). 

Projetada para ocupar uma área de 4.435m² ao lado do Mercado Regional do Cajuru, a fazenda urbana será mantida com o que há de mais moderno em modelos de plantio e uso de energias renováveis - eólica e solar e reaproveitamento de água de chuva para a irrigação - e bioenergia. O projeto é do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), em parceria com a SMSAN.

“Desde já estamos arando a terra e preparando os canteiros, armando os espaços de compostagem para quando abrirmos a Fazenda Urbana já possa haver colheita”, explicou o prefeito Rafael Greca.

Dia de campo

O primeiro dia de campo da Fazenda Urbana teve três estações de trabalho e o plantio foi feito com ajuda de 50 servidores da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, responsável pela fazenda. 

Futuramente, o complexo produtivo contará com composteiras, estufas e hortas comunitárias com as mais variadas técnicas de cultivo. Jardins de Mel, com abelhas nativas sem ferrão, e espaços para a criação de pequenos animais também farão parte do empreendimento, que contará ainda com restaurante escola e banco de alimentos, além de infraestrutura para eventos e treinamento.

Em outubro ocorrerá a segunda fase de implantação da Fazenda Urbana com a colheita deste plantio inicial e colocação de canteiros elevados, estufas para mudas, introdução de canteiros de panc's (plantas alimentícias não convencionais) e canteiros demonstrativos com o uso de diversos materiais recicláveis, tais como garrafas pet, telhas, madeiras e pallets.

“Nossa ideia é gerar sustentabilidade no espaço urbano, produzindo alimentos saudáveis e não envenenados. A natureza é sustentável, não precisamos inventar nada só observarmos a grande obra da Divina Criação”, disse Greca.

Projeto Fazenda Urbana

Com previsão para entrega em fevereiro de 2020, a Fazenda Urbana é um projeto que visa divulgar as práticas e técnicas da agricultura urbana e organização comunitária com base no ciclo do alimento. Com esse projeto, a Prefeitura pretende capacitar as pessoas para a produção do próprio alimento fora das áreas rurais, ou seja, em suas próprias residências e em vazios urbanos. 

Também participaram do primeiro plantio da Fazenda Urbana o vice-prefeito Eduardo Pimentel, o secretário municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, Luiz Gusi, o superintendente da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN), Edson Rivelino Pereira, o diretor do Departamento de Operação Agroalimentar, José Carlos Koneski, a diretora do Departamento de Promoção e Economia Alimentar, Ivone Aparecida de Melo, o gerente da Unidade de Agricultura Urbana, Eliseu Alves Maciel, a chefe do Núcleo Regional do Cajuru da SMSAN, Mabel Tevah, a administradora regional do Cajuru, Adriane Cristina dos Santos, o presidente da Cohab, José Lupion Neto e Felipe Thiago de Jesus, dos Jardins de Mel.