Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Olhar Curitiba

Pitangueira no São Francisco: ensaio mostra árvores imunes de Curitiba

Eugenia uniflora.Pitangueira. Rua Emílio de Menezes 377. Curitiba, 09/06/2019. Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

Não é incomum encontrar uma pitangueira por aí. Entre a primavera e o verão, dar uma paradinha debaixo dessas árvores e saborear uma pitanga – muitas, na verdade – é um prazer. Os frutos estão ali, bem fácil de alcançar. A não ser quando se trata da pitangueira que fica no terreno de uma casa na Rua Emílio de Menezes. Embora essa seja uma espécie de árvore de pequeno a médio porte, o exemplar que fica no bairro São Francisco é bem grande.

O porte da pitangueira garantiu a ela um lugar entre as 43 árvores imunes de corte em Curitiba. Além do porte, a raridade da espécie na cidade e a importância socioeconômica ou cultural são critérios que podem ser usados para incluir uma árvore na lista do decreto de 2009.

Na nova edição da série Olhar Curitiba, publicada no site da Prefeitura, a fotógrafa Lucilia Guimarães, lista debaixo do braço, foi a campo registrar imagens das árvores que não podem ser cortadas. Elas estão identificadas com uma placa, o que permite que qualquer pessoa aprecie suas formas exuberantes ou sua raridade.

A relação das árvores imunes de corte não é fechada, sempre cabe mais um. Servidores do município que trabalham com arborização são boas fontes para indicar exemplares para a lista. Mas qualquer cidadão também pode sugerir e, caso a árvore do seu terreno seja aceita, ele ficará responsável por ela e ainda terá o benefício de uma redução de 10% no valor do IPTU.