Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
École de Chaillot

Parceria com franceses vai ajudar a preservar patrimônio da cidade

Prefeito Rafael Greca, com Natacha Pakker, responsável pelas relações internacionais da École de Chaillot. Curitiba, 14/06/2019. Foto: Pedro Ribas/SMCS

A École de Chaillot, renomada instituição de ensino de patrimônio da França, se interessou pelo projeto de preservação que vem sendo desenvolvido em Curitiba, o Rosto da Cidade. Nesta sexta-feira (14/6) o prefeito Rafael Greca, na companhia da primeira-dama, Margarita Sansone, recebeu uma comitiva da escola francesa, profissionais da UTFPR e diretores da Fundação Cultural de Curitiba para a assinatura de um protocolo de intenções de parceria entre as instituições.

O acordo visa um intercâmbio de informações entre as partes. O prefeito sugeriu um regime de consultoria. “Vamos montar um ateliê para acompanhar o trabalho de restauração dos monumentos da cidade, uma base de ensino para a École de Chaillot que pode ser virtual ou presencial”, disse o prefeito.

“Vamos unir tradição e inovação e usar o patrimônio como instrumento de educação”, disse o prefeito.

A iniciativa partiu da escola francesa, que entrou em contato com a UTFPR para formalizar um convênio visando intercâmbio de professores e alunos entre as instituições e apoio da Prefeitura. 

Arquitetura preservada

O programa Rosto da Cidade, fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Curitiba e a UTFPR, coordenado pela arquiteta Giceli Portela, foi o ponto de partida para a parceria. Os alunos da UTFPR colaboram com o programa, fornecendo as informações arquitetônicas usadas nos azulejos que o município coloca nos imóveis.

No Brasil pela primeira vez, Natacha Pakker, responsável pelas relações internacionais da École de Chaillot, está encantada com Curitiba. Ela explica que a escola francesa é pública e que o núcleo de restauro é pequeno, conta com dez professores e 140 alunos. Todos os alunos são graduados em Arquitetura e para ingressar na pós-graduação passam por um processo seletivo. 

Ainda de acordo com Natacha, a escola está envolvida no processo de restauro da Catedral de Notre Dame, parcialmente destruída após um incêndio neste ano. Ela contou que tem todos os profissionais especializados para a obra, além de dinheiro que veio do mundo todo.

O professor dos cursos de restauro da École de Chaillot, Leoncio Orellana, disse que Curitiba é uma referência em inovação de mobilidade, qualidade de vida e preservação do meio ambiente. E complementou que as ações desenvolvidas nesta gestão estão alinhadas com os conceitos que regem a escola francesa.

Participaram da reunião a vice-reitora da UTFPR, Vanessa Rasoto; o diretor do campus de Curitiba da UTFPR, Marcos Schiefler Filho; o diretor de Relações Internacionais da UTFPR, Maurício Alves Mendes; o diretor de Relações Empresariais e Comunitárias da UTFPR, Ivan Carlos Vicentin; Guilherme Zuchetti, da Assessoria de Relações Internacionais da Prefeitura; o diretor de Patrimônio Cultural da Fundação Cultural de Curitiba, Marcelo Sutil; o diretor Administrativo e Financeiro da Fundação Cultural, Cristiano Morrissy; a chefe de Gabinete do prefeito, Cibele Fernandes Dias; e a assessora do Gabinete, Cynthia Maia Batista.