Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Fora de circulação

Guarda Municipal apreende, no Centro, 480 pedras de crack

A Guarda Municipal apreendeu no fim da tarde desta sexta-feira (5/4), na Praça Generoso Marques, centro de Curitiba, 480 pedras de crack. Foto:Divulgação

A Guarda Municipal apreendeu no fim da tarde desta sexta-feira (5/4), na Praça Generoso Marques, centro de Curitiba, 480 pedras de crack. A droga estava embalada em sacola plástica e foi deixada num canteiro de flores, próximo ao Paço Municipal. A apreensão ocorreu após denúncia feita por uma pessoa à equipe que trabalhava no Módulo Móvel Itinerante (MMI) da Guarda Municipal, que está instalado na Praça Tiradentes, em frente à Catedral Basílica de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais.

Alertados, perto das 18h, por uma pessoa que preferiu não se identificar sobre a estranha movimentação de um homem jovem, de cor branca, alto e magro que tentava esconder uma sacola entre as flores do canteiro da Praça Generoso Marques, os guardas municipais Edgar Pinheiro e Volnei Floriano foram até o local. Um homem com as características apontadas pela pessoa denunciante chegou a ser abordado na região, mas não portava nenhuma substância entorpecente e muito menos tinha registro de passagem pela polícia.

Depois de liberarem o homem abordado, os guardas percorreram o canteiro de flores da praça e encontraram a droga. O crack estava numa sacola e embalado em 48 pequenos pacotes contendo dez pedras em cada um, pesando 115 gramas no total. “Infelizmente não conseguimos encontrar e prender o responsável pela venda da droga. Mas, tiramos de circulação 480 pedras de crack e entregamos ao 8.º Distrito Policial, na Central de Flagrantes”, disse o guarda municipal Edgar Pinheiro.

Trabalho intensivo

A Guarda Municipal faz um trabalho de segurança intensivo no centro de Curitiba. Além acolher denúncias e efetuar prisões e apreensões, como é o caso das 480 pedras de crack apreendidas na última sexta-feira (5/4), ainda assegura a integridade do patrimônio público da capital.

Somente na área central da cidade, entre o mês de outubro de 2018 e os primeiros dias de abril deste ano, a Guarda Municipal efetuou a prisão de cerca de 50 pessoas com mandado de prisão em aberto ou foragidas da Justiça.

Os guardas municipais também trabalham em parceria com os profissionais da Fundação de Ação Social (FAS). O serviço em conjunto auxilia pessoas em situação de rua que necessitam acolhimento e/ou encaminhamento a clínicas de reabilitação de dependentes químicos e a centros de saúde.