Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Boletim 03

Engenheiros concluem relatório sobre os serviços do Lote 4.1 da Linha Verde

Nova sinalização na Linha Verde. Curitiba, 16/09/2019. Foto: Valdecir Galor/SMCS

Comissão formada por engenheiros da Secretaria Municipal de Obras Públicas e do Consórcio Falcão Bauer e ICR, especializado em certificação de sistemas de gestão e avaliação de conformidade com base nas normas técnicas, concluiu na sexta-feira (13/9) o relatório para arrolamento da situação dos serviços no momento da paralisação do Lote 4.1 da Linha Verde. A planilha do saldo remanescente será encaminhada nesta segunda-feira (16/9) ao segundo colocado no processo licitatório deste trecho, que deve analisar e se pronunciar se aceita ou não assumir a obra.

O Lote 4.1 foi licitado em 24 de julho de 2018. Além da Terpasul, concorreram no certame os consórcios Estação Solar (TCE Engenharia Ltda e Construtora Triunfo S.A) e JL/Basalto (JL Construções Civis S.A e Basalto Construção e Pavimento Ltda).

As propostas foram abertas em 16 de agosto de 2018, a Terpasul homologada como vencedora em 30 de outubro de 2018. A ordem de serviço para a execução dos trabalhos foi assinada em 7 de novembro e a rescisão contratual foi formalizada em 9 de agosto de 2019. O segundo colocado na concorrência foi o Consórcio Estação Solar. 

O Lote 4.1 é o trecho final da Linha Verde e liga as estações Solar e Atuba, nos limites entre Curitiba e Colombo. As obras tiveram início em novembro de 2018 e a previsão era que fossem entregues até o final de 2020. Apenas 4,16% da obra foi feito e, por falhas no atendimento ao cronograma de execução da obra e a lentidão dos serviços, a Terpasul foi notificada 31 vezes pela Secretaria Municipal de Obras Públicas. 

Reforço na sinalização

A Superintendência de Trânsito (Setran) fez na última semana a renovação da pintura no pavimento da Linha Verde. Foi feito o reforço nas linhas de bordo e eixo central das pistas na extensão de quatro quilômetros (nos dois sentidos), entre o conjunto habitacional Colina Verde e o trevo do Atuba.

Nas proximidades do viaduto da Rua Alberico Flores Bueno, no Boa Vista, a Setran também instalou barreiras de proteção e tachões refletivos para aumentar a visibilidade e a segurança dos motoristas que trafegam pela Linha Verde no período noturno e em momentos com baixa luminosidade.

LEIA MAIS