Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade Curitiba-Ouve 156 Acesso à informação
Cidade Inteligente

Eduardo Pimentel destina R$ 6,8 milhões para operação do Hipervisor Urbano de Curitiba

Prefeito em exercício, Eduardo Pimentel, e o presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur, celebram a assinatura do decreto de suplementação orçamentária de R$ 6,8 milhões ao Ippuc. Curitiba, 07/02/2023. Foto: Pedro Ribas/SMCS

O prefeito de Curitiba em exercício, Eduardo Pimentel, e o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Luiz Fernando Jamur, celebraram, nesta terça-feira (7/2), a assinatura do Decreto Municipal nº 147, de suplementação orçamentária de R$ 6,8 milhões ao Ippuc.

Os recursos serão para o início da operação, aquisição de equipamentos e estruturação do Hipervisor Urbano, ferramenta de integração de informações e gerenciamento de serviços públicos, e para o desenvolvimento de estudos e projetos vinculados à mobilidade urbana e ao transporte.

“São quase R$ 7 milhões para o permanente aperfeiçoamento do Ippuc. É uma honra para mim, como prefeito em exercício, estar nesta casa do planejamento para colocar de pé o Hipervisor Urbano, uma grande ferramenta tecnológica para auxiliar no aprimoramento de políticas públicas da cidade”, afirmou Eduardo Pimentel ao assinar o repasse de recursos.

Cérebro da Cidade Inteligente, projetado pelo Ippuc em parceria com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Hipervisor Urbano de Curitiba deverá ter a sua primeira etapa em funcionamento até o último trimestre de 2023.

Os recursos previstos no decreto e destinados ao Ippuc serão contrapartida do município ao investimento inicial de US$ 1 milhão, com recursos do BID. O suporte da AFD, também parceira no projeto, será em consultoria para a operação do Hipervisor.

Integração

A central de monitoramento está em fase de implantação no edifício do Instituto das Cidades Inteligentes (ICI), prédio vizinho ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), no bairro Cabral. No local já está em funcionamento o sistema de monitoramento para a segurança Muralha Digital.

“A integração tecnológica via Hipervisor Urbano vai permitir que o município monitore permanentemente setores estratégicos como a mobilidade urbana, a segurança, bem como emergências climáticas que ofereçam risco auxiliando na redução do tempo de resposta à população”, observou o presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur.

Serão integrados ao Hipervisor Urbano, além da Muralha Digital, os centros operacionais do Transporte, da Defesa Civil e de prestadores de serviços públicos de abastecimento de água (Sanepar) e de energia (Copel.

O Cérebro da Cidade Inteligente será uma plataforma de convergência e compartilhamento de dados públicos munida de ferramentas e métodos de gestão de dados capazes de coletar, processar e distribuir informações em formatos que permitam, a todas as áreas, gerir serviços em tempo real e permitir o planejamento de políticas públicas de longo prazo.

“O Hipervisor Urbano vai integrar controles de monitoramento do trânsito, do transporte, da Defesa Civil, entre outros serviços municipais. Também atuarão em conjunto na central, concessionárias de serviços públicos, como Sanepar e Copel, e parceiros privados, em uma integração de monitoramento de riscos, bem como das interferências no espaço urbano", explicou Jamur.

É uma ferramenta de suporte ao planejamento e à orientação de ações para a cidade, com vistas a atender com rapidez e minimizar eventuais riscos e impactos na vida dos cidadãos”, disse.

Centro de Operações

Na reunião em que foi assinado o decreto de repasse de recursos, o prefeito em exercício conheceu detalhes do estudo preliminar de implantação do Hipervisor Urbano no prédio do ICI. A planta de layout foi apresentada pelo arquiteto do setor de Projetos do Ippuc, Danilo Hiraoka.

Na ala térrea do prédio, na Rua São Pedro, 910, irá funcionar o Centro de Operações do Hipervisor, equipado com telas, além da salas de analistas e de reuniões. A estrutura será instalada no local onde funcionava o antigo auditório do ICI.

Haverá ainda um foyer multiuso funcionando como área de espera e para a distribuição de visitantes, tanto para o Hipervisor, como para o ICI, que continuará nas demais alas do edifício.

As obras do Centro de Operações devem iniciar no mês de março. Projeto executivo do espaço e mobiliário está em execução. 

Também acompanharam a reunião no Ippuc, as diretoras de Projetos do Instituto, Célia Bim, e de Informações, Liana Vallicelli, e o coordenador de Geoinformações do Ippuc, Oscar Schmeiske.