Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Reconhecimento

Curitiba vence em duas categorias do maior prêmio brasileiro de mídias sociais

A Prefeitura de Curitiba foi premiada em duas categorias na edição 2015 do Prêmio Share, a maior premiação brasileira da área de mídias sociais. Curitiba, 18/11/2015 - Foto: Gabriel Rosa/SMCS

A Prefeitura de Curitiba foi premiada em duas categorias na edição 2015 do Prêmio Share, a maior premiação brasileira da área de mídias sociais. A “Prefs”, como é conhecida nas redes sociais, conquistou o primeiro lugar na categoria SAC 2.0 e ganhou também o prêmio de Melhor Campanha Integrada, pela ação que ficou conhecida como “Casamento Vermelho”. Os prêmios foram recebidos na terça-feira (17), em São Paulo, por representantes da equipe do Departamento de Internet e Mídias Sociais da Prefeitura.

A premiação de melhor SAC 2.0 leva em conta a capacidade de responder os cidadãos que usam a internet para se comunicar com a Prefeitura. No Facebook, por exemplo, a Prefeitura de Curitiba consegue atender até 82% das pessoas que a procuram com mensagens inbox dentro de um prazo máximo de 38 minutos.

”O volume de interações e o tempo médio de resposta foram determinantes para que conquistássemos o prêmio”, diz o diretor do Departamento de Internet e Mídias Sociais, Álvaro Borba. “Mensalmente, a equipe do departamento realiza cerca de 3.600 interações com cidadãos por mensagens inbox”, conta Claudio Castro, que atua no atendimento direto aos cidadãos.

O “Casamento Vermelho”, premiado na categoria Campanha Integrada, ocorreu em 2014, quando a Prefeitura do Rio de Janeiro usou o Facebook para propor casamento à Prefeitura de Curitiba. A interação aconteceu de maneira espontânea e sem o conhecimento prévio da equipe curitibana.

O “casamento” entre as duas Prefeituras foi a deixa para que o Departamento de Internet e Mídias Sociais transformasse a interação online numa série de ações offline. Cidadãos foram convidados a doar sangue, para celebrar o matrimônio das capitais. Empresas colaboraram com doações que estavam previstas na “Lista da Noiva”.

“Trabalhamos com o conceito de mídia conquistada e não de mídia comprada. Conteúdos suficientemente criativos são compartilhados nas redes de maneira espontânea, atingindo grandes públicos com mensagens de cidadania, educação ou divulgação de serviços. Só no primeiro semestre de 2015, o conjunto de nossas comunicações foi visto 137 milhões de vezes. Se precisasse comprar espaços publicitários para atingir o mesmo público, a administração precisaria gastar R$ 6.8 milhões”, explica Álvaro.
 
Num estudo financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento envolvendo prefeituras da América Latina, a Prefeitura de Curitiba foi apontada como a segunda em número de seguidores, atrás apenas de Buenos Aires. O estudo, chamado de “Gobernauta” analisou 15.00 publicações no Facebook de 60 cidades diferentes.