Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Regional Boqueirão

Costureiras aprendem a produzir moda pet em Liceu de Ofícios

Liceu de Ofícios Vila Hauer- Oficina de costura de roupas pets. Curitiba, 02/12/2019. Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

 

Desde julho, a aposentada Márcia Regina Pirske, 53 anos, percorre as três quadras da sua casa até o Liceu de Ofícios Vila Hauer para se especializar na costura. Começou com curso gratuito de Costura Doméstica, passou para as aulas de Costura Industrial e agora está se formando no Curso de Costura de Especialização de Roupas para Pet.

“Vim aprender. Costurar, eu já sabia, mas ainda não conhecia todas as técnicas que aprendi aqui”, conta Márcia.

Ela já confecciona bonecas de pano artesanais, que vende para a vizinhança. Descobriu nos cursos do Liceu uma forma de ampliar seu leque de produtos comercializados e os rendimentos.

Do atual curso, por enquanto, é a cachorrinha Maggie quem experimenta as peças produzidas pela aposentada. Em breve, ela pretende ampliar o estoque e vender as roupinhas para que outros cãezinhos desfilem pelo bairro.

Modelos natalinos

Entre moldes, tecidos, linhas, agulhas e máquinas de costura do ateliê do Liceu, as alunas produziram uma variedade de roupas para pets que renderia até um desfile: pijamas, trajes de festa, fraques. No guarda-roupa canino, entraram até os modelos natalinos, para marcar esta época do ano.

A agente administrativa do Liceu de Ofício Hauer Elenita da Silva Bertulino de Paula explica que o curso intensivo, que termina nesta sexta-feira (6/12), atende demandas emergentes do mercado de trabalho.

“O mercado pet é uma área que tem espaço para oferta. Os produtos criados pelas costureiras podem ser facilmente vendidos”, fala Elenita. 

 

Para cães e gatos

Além das roupinhas para cachorros, as alunas também criaram, com apoio da orientadora Tereza Maurício Cordeiro, trajes para os felinos. “No início, eram poucos moldes. Juntas, buscamos referências na internet e fomos construindo esse trabalho”, destaca a professora.

Foi a artesã Mariana Fagundes dos Santos, 34 anos, dona de dois gatos, quem sugeriu as roupinhas para os bichanos. Ela já costurava em casa. No Liceu aprendeu a usar as máquinas de costura industrial e overloque.

“Vou produzir as roupinhas e vender com minhas outras peças. É uma chance de complementar minha renda”, afirma.

O Curso de Costura de Especialização de Roupas para Pet tem carga horária de 60 horas distribuídas em três semanas de aulas. Mais informações sobre este e outros cursos ofertados podem ser acessadas em aprendere.curitiba.pr.gov.br.