Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Crianças Empreendedoras

Com locadora de brinquedos, estudantes aprendem a fazer negócios

Estudantes que participam do projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos montaram uma locadora de brinquedos na Escola Municipal Paulo Freire, no bairro Sítio Cercado. Foto: Divulgação

Toda quinta-feira é dia aluguel de brinquedos e fantasias na Escola Municipal Paulo Freire, no bairro Sítio Cercado. Cerca de 250 estudantes que participam do projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos montaram uma locadora na escola, com o objetivo de expor e locar os produtos elaborados e confeccionados por eles nas aulas de empreendedorismo.

A iniciativa tem como objetivo envolver meninos e meninas de 9 e 10 anos de idade em atividades que englobam produzir, pensar e aprender, características fundamentais dos comportamentos empreendedores.

“Eles se divertem com os brinquedos, aprendem o que é locação, praticam cálculos e experimentam questões sobre preços, lucro e sustentabilidade”, explica a professora Claudia Aparecida de Souza.

A maior parte das peças é produzida com sucatas, como bilboquê, vai-vem, cai-não-cai, jogo da argola, fantasias. Outros itens foram arrecadados entre as famílias e a comunidade escolar para que os estudantes montassem a locadora Crianças Empreendedoras.

A estudante Júlia Mara Barros de Lima, 9 anos, diz que com a atividade aprendeu mais sobre como poupar. “E principalmente como aproveitar materiais que ajudam na sustentabilidade do planeta”, conta.

Moedinhas

No pátio da unidade, no horário do intervalo de quinta-feira, os estudantes podem se dirigir à locadora e escolher algo divertido. “Organizamos tudo com a ajuda das famílias que auxiliam com os produtos e com a utilização das moedas necessárias para a locação”, destaca a professora Ludirene dos Santos Batista Pereira.

Os materiais podem ser locados pelo valor de R$ 0,50 ou com a doação de latinhas de alumínio que serão revendidas e o investimento revertido para uso dos estudantes ao final do projeto.

“Acho importante a gente ofertar, além do dinheiro, um outro jeito para nossos colegas poderem participar”, pontuou a estudante Erica Yasmin de Lima Vieira, 9 anos.

“A locadora é sucesso absoluto. Os estudantes já conseguem obter lucro total através de seu empreendimento, alcançando os objetivos do programa”, ressaltou a articuladora da educação em tempo integral, Delair Calixto dos Santos.

Jovens Empreendedores Primeiros Passos

O programa é uma parceria da Secretaria Municipal da Educação, por meio do Programa Linhas do Conhecimento, com o Sebrae Paraná. Atualmente 61 escolas participam, com seis mil estudantes do 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental.