Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Vale do Pinhão

Com aula no Memorial, Bom Negócio inicia rota presencial para empreendedores

Mônica Berlitz, fundadora do Clube da Alice, na aula inaugural das turmas presenciais do programa Bom Negócio, no Memorial. Foto: Divulgação

O Memorial de Curitiba, no São Francisco, ficou cheio, no último sábado (10/8), com a aula inaugural das turmas presenciais do programa Bom Negócio - Vale do Pinhão, promovido pela Agência Curitiba. Ao todo 176 alunos tiveram a oportunidade de conhecer histórias de empreendedores de sucesso e de como iniciar um negócio em um mercado cada vez mais competitivo e inovador.

O evento marcou o início da etapa presencial do programa Bom Negócio, cujas aulas, gratuitas, iniciam nesta segunda-feira (12/8) nas instituições parcerias. 

Dona da Vida Leve, empresa que atua no ramo de alimentação saudável, Elaine Cristina Schopping Imibiriba contou um pouco de sua trajetória de 14 anos nesse setor e como conseguiu, além de melhorar a alimentação de mais de 30 mil pessoas, transformar um capital inicial de R$ 6 mil em uma empresa que fatura R$ 6 milhões por ano.

Os jovens empreendedores Bruno Lima (Pede Logo), Bruno Falcão (Triee), Rafaela de Paula (Limonada) e Fillipe Dornelas (especialista em inteligência artificial) abordaram, em um painel, a inovação e como a gestão de dados e informação pode ser usada para alavancar negócios.

Mônica Berlitz, fundadora do Clube da Alice, apresentou ao público os motivos que a inspiraram a criar um grupo de fortalecimento de mulheres empreendedoras na rede social de Facebook, negócio que já conta com 534.079 integrantes.

A empreendedora contou que o Clube da Alice cresceu tanto que foi necessário criar outros dois grupos -  um regionalizado de Curitiba e região, hoje com aproximadamente 52 mil integrantes, e outro voltado para oferta e procura de emprego, com 186 mil integrantes.

A aula inaugural contou ainda com uma apresentação do músico Galeno de Castro J, que utilizou instrumento percussivo étnico hang drum.

“Foi uma oportunidade desses novos empreendedores conhecerem um pouco da trajetória de quem conseguiu superar desafios e se consolidar”, diz Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba.

O Bom Negócio é voltado a pessoas que querem empreender ou já empreendem. Os encontros presenciais ocorrem em espaços de instituições parceiras do programa, como Positivo, Uninter, Uniopet, Unibrasil e Centro Europeu. Há vagas para aulas de manhã, tarde e noite.

Os empreendedores terão disciplinas de gestão inovadora, finanças, marketing, novos modelos de negócios e também de como criar uma startup (empresa com base tecnológica).

O Bom Negócio é formado pelas rotas 1 e 2 (a distância) e a rota 3 (presencial).

“É possível se matricular a qualquer momento para os módulos à distância e ainda dá tempo para se matricular para a Rota 3 (presencial) que está iniciando a partir de hoje”,  lembra Daniela Vitorio Del Puente, assessora de projetos e coordenadora do programa

As rotas a distância e presencial podem ser realizadas simultaneamente, mas as três etapas deverão ser concluídas para o recebimento do certificado Empreendedor Bom Negócio. As inscrições para a rota presencial estão abertas e podem ser realizadas no site http://bomnegocio.curitiba.br/login a partir de cadastro.