Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade Curitiba-Ouve 156 Acesso à informação
Vale do Pinhão

Bom Negócio tem 200 vagas para curso presencial

Inscrições para aulas presenciais do Bom Negócio vão até 18 de março. - Na imagem, aulas presenciais do Bom Negócio. Foto: Levy Ferreira/SMCS

 

A Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação está com inscrições abertas para as aulas presenciais do Bom Negócio – Vale do Pinhão 2020. Os empreendedores poderão se inscrever para as 200 vagas do curso gratuito até o próximo dia 18 de março.

Um seminário de abertura do Bom Negócio – Vale do Pinhão ocorrerá no Memorial de Curitiba, no dia 19 de março, e as turmas começam em sala de aula no dia 23. O curso é promovido pela Prefeitura e pelo ecossistema de inovação da cidade.

Os encontros em sala de aula ocorrerão, neste primeiro semestre, em espaços das instituições parceiras Unibrasil, Uninter e Universidade Positivo.

O Bom Negócio – Vale do Pinhão foi desenvolvido, em parceria com instituições de ensino da capital, para capacitar tanto quem quer tirar uma ideia do papel e começar um negócio quanto o empreendedor que já tem alguns anos de estrada e está em um momento de mudança.

Relançado em 2018 pela Prefeitura, o Bom Negócio já capacitou 2.700 empreendedores, que nos últimos dois anos participaram de aulas à distância (EAD) e presenciais. No total, são 90 horas de capacitação sobre empreendedorismo de impacto.

Daniela Vitório Del Puente, coordenadora do Bom Negócio, alerta que, para participar das aulas presenciais (Rota 3), é preciso obrigatoriamente fazer as Rotas 1 e 2, à distância. Enquanto as aulas à distância (Rotas 1 e 2) são continuadas, ou seja, podem ser feitas a qualquer momento no site do Bom Negócio, as turmas presenciais (Rota 3) ocorrem a cada semestre.

Rotas

Na Rota 1 (16 horas), são abordados temas como comportamento do empreendedor, planejamento, mercado e finanças. A Rota 2 é composta por EAD (14 horas) e workshops, que ocorrem no Engenho da Inovação, sede da Agência Curitiba, no Rebouças. As aulas temáticas das rotas são em vídeo e, ao fim de cada etapa, o aluno precisa fazer um teste.

A Rota 3, de 60 horas, é presencial e compreende sete encontros temáticos (gestão inovadora; finanças e sustentabilidade; marketing, tecnologia e novos negócios; gestão de pessoas; mercado, produto, vendas e novo cliente; criatividade e inovação; e Startups: nenhum modelo de negócio).

Emprego do futuro

Emprego do Futuro é uma das principais agendas da gestão do prefeito Rafael Greca, assim como mobilidade urbana, sustentabilidade e cultura da inovação. A conexão de Curitiba e dos curitibanos com os desafios para a conquista dos Empregos do Futuro motivou um conjunto de ações desenvolvidas pelo Vale do Pinhão, o movimento da Prefeitura e do ecossistema de inovação da cidade para garantir o crescimento sustentável de Curitiba.

Desenvolvidas pela Agência Curitiba/Vale do Pinhão e Fundação de Ação Social (FAS), as iniciativas englobam desde ações focadas no setor de tecnologia e inovação até as de capacitação de habilidades técnicas e humanas. O princípio é simples: muitas profissões “tradicionais” vão mudar e muitas novas vão surgir. O objetivo é capacitar, apoiar e incentivar jovens e adultos, de forma que estejam mais bem preparados para as demandas do mercado de trabalho atual e futuro. As iniciativas incluem: Worktibas, 1ºEmpregotech, Primeiro Emprego, Tecnoparque, Liceus de Ofícios e Inovação, Bom Negócio, Mobiliza, Espaços Empreendedor, Empreendedora Curitibana, Fab Lab e Paiol Digital.

As inscrições para as aulas presenciais do Bom Negócio podem ser feitas no site do programa.