Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Guincho nas ruas

Blitz retira 24 veículos de circulação por irregularidades

Operação de Trânsito da Setran, na Rua Nilo Cairo esquina com Conselheiro Laurindo. Curitiba, 12/02/2019 Foto:Cesar Brustolin/SMCS

Uma nova fiscalização de trânsito nas proximidades do Terminal Guadalupe, no Centro, terminou com 24 veículos removidos, no fim da tarde desta terça-feira (12/2). Foram retirados de circulação 14 automóveis e dez motos.

“O motivo principal continua sendo a falta de pagamento no licenciamento obrigatório”, aponta o diretor de Fiscalização da Superintendência de Trânsito (Setran), Wagnelson de Oliveira.

Ao passar de bicicleta pelo local, o comerciante Cândido Giovanella parou espontaneamente para elogiar o trabalho de agentes de trânsito, guardas municipais e fiscais da Urbs que participavam da ação, no cruzamento das ruas Conselheiro Laurindo e Nilo Cairo.

“Toda ação como esta é bem-vinda. Não custa tão caro hoje para deixar as contas do carro em dia. Se é uma coisa que você usa todo dia, precisa estar ciente”, opinou ele, que tem comércio nos arredores e aproveitou para falar sobre o incômodo com veículos que passam com som alto pela região.

Durante a blitz, houve também o caso de uma moto removida e autuada por apresentar adulteração no escapamento, o que faz com que o veículo fique mais barulhento, prática considerada irregular pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A infração está prevista no artigo 230 da legislação federal, sobre “conduzir veículo com silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante”. A prática acarreta ao motorista infração de natureza grave, com perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 195,23.

Etilômetros nas abordagens

Foram abordados 137 veículos que passaram pela fiscalização, o que resultou em 53 autos de infração de trânsito - ou seja, a cada três carros e condutores vistoriados, ao menos um apresentou situações em inconformidade com as leis de trânsito. 

Nas abordagens, agentes da Setran e guardas municipais também realizam exames com o etilômetro (bafômetro), para verificar a presença de álcool no sangue. Na blitz desta terça-feira, foram 15 exames. Nenhum motorista apresentou sinais de embriaguez.