Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Ippuc

Aumenta a procura pelo planejamento urbano feito em Curitiba

Busca pelo planejamento de Curitiba é maior que a dos últimos quatro anos Até dezembro 1,7 mil pessoas cumprirão agenda de visitas técnicas no Ippuc. Número de visitantes é superior ao volume anual desde 2013. -Na imagem, Consultaria CKC da JICA. Foto:Mariana Santos/IPPUC

Em 12 meses de 2017, o número de visitantes do Brasil e Exterior em busca de informações sobre o planejamento de Curitiba será o maior desde 2013. De janeiro até a última semana de novembro, 1.655 pessoas estiveram no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) em busca de informações sobre planejamento urbano, celebração de convênios, cooperação técnica entre outras atividades relacionadas ao planejamento. O Ippuc completou 52 anos nesta sexta-feira (1/12).

Pelo calendário já definido, até 12 de dezembro a previsão é que o Ippuc feche o ano tendo recebido 1.753 pessoas de 43 delegações internacionais e 41 nacionais.  (Veja aqui a comparação com anos anteriores)

Em 2013 passaram pelo Ippuc 1.268 pessoas; em 2014, 1.111; em 2015, 1.184 e em 2016 foram 1.375 visitantes.

“Curitiba voltou a pensar e a ser protagonista pelo caminho do planejamento”, afirma o prefeito Rafael Greca.

Neste ano a agenda no Ippuc envolveu 388 estrangeiros e 1.365 brasileiros, entre pesquisadores de escolas e universidades, técnicos de organizações e institutos de pesquisa, empresas e agências de cooperação e representantes de órgãos das três esferas de governo.

Cooperação técnica

De acordo com a coordenadora da Assessoria de Relações Externas (Arex) do Ippuc, Silvana Gioppo, grande parte das demandas deste ano estiveram relacionadas à cooperação técnica. “Muitos visitantes buscam informações sobre como montar um Instituto de Planejamento sólido como o Ippuc”, diz. Além disso, segundo Silvana, o Ippuc contribui com orientações e ferramentas para revisão e atualização dos Planos Diretores das Cidades.

Cerca de 27% das delegações que visitaram o Instituto foram compostas por representantes de órgãos municipais.

Interesse internacional

O Ippuc também é fonte de consulta e intercâmbio de conhecimento acadêmico. Foram 1.340 pesquisadores visitantes, distribuídos em 43 grupos. Em 46,5% das delegações acadêmicas havia representantes de universidades estrangeiras.

Entre os estrangeiros que visitaram o Ippuc estiveram representantes da Alemanha, Angola, Argentina, Austrália, Canadá, Chile, China, Coréia do Sul, Equador, Estados Unidos, França, Holanda, Inglaterra, Irlanda, Japão, Paraguai, Peru, Portugal, Qatar e Suécia. 

Segundo a coordenadora da Assessoria de Relações Externas, o interesse dos grupos de fora está ligado às áreas do planejamento urbano, uso do solo, sistema viário e meio ambiente.

Dos Estados Unidos veio o maior número de delegações. Foram 7 missões estadunidenses recebidas durante o ano. Uma das visitas foi a de Tim Sword, presidente da “Greater Columbus Sister Cities International”, organização da Prefeitura De Columbus (Ohio, EUA), que tem Curitiba como “cidade irmã” em acordo de cooperação.

O Ippuc também acolheu membros do corpo diplomático de diversos países, que vieram conhecer os caminhos do planejamento urbano da capital para aplicar em suas cidades de origem.