Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade Curitiba-Ouve 156 Acesso à informação
Segurança alimentar

Regional Boqueirão tem a 116ª horta urbana de Curitiba

Horta Oásisi. Curitiba, 05/08/2022. Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

 

Curitiba ganhou mais um local para produção de alimentos saudáveis pelos próprios moradores. É a Horta Projeto Oásis, que fica na Rua Padre Stanislau Trzebialowski, 252, no bairro Alto Boqueirão.

Com uma área de 259,20 m², esta é a 116ª horta urbana da cidade. São 22 canteiros de hortaliças e uma caixa do Projeto Jardim de Mel, de polinização com abelhas sem ferrão.

A produção de alimentos vai beneficiar 90 pessoas da comunidade.

“Esta horta é um exemplo de uma ideia frutífera. Nós transformamos este espaço que era usado para descarte irregular de lixo num local que produz alimentos saudáveis para a comunidade”, disse o administrador regional do Boqueirão, Ricardo Dias, na inauguração.

 

Participaram também da cerimônia, o diretor da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (SMSAN), Felipe Thiago de Jesus, vereador Beto Moraes, pastor Jeremias Correia dos Santos Souza, crianças da Associação Beneficente Oásis, hortelões e pessoas da comunidade. 

A união faz horta

O morador Fernando Pagnoncelli, que fez a solicitação para implantação da horta junto à regional, disse que sentia orgulhoso com a materialização do projeto.

“Lançamos a ideia da horta para os vizinhos. No começo houve uma certa dificuldade para o pessoal assimilar a ideia. Mas depois o projeto ganhou corpo e com a união de todos conseguimos tornar a horta uma realidade”, disse.

Além da colheita de alimentos livres de venenos, a comunidade do entorno da horta Projeto Oásis vai se beneficiar de uma atividade que faz bem pra saúde unindo atividade física e contato com a natureza.

A moradora Rosângela Callil da Silva Duwe aprovou muito a ideia da horta. Mesmo sem ter experiência anterior com plantio, ela atualmente cuida de três canteiros. “Já estamos na terceira colheita. Aqui eu planto alface, beterraba, mostarda, rúcula, cebolinha, repolho”, exemplificou.

Além do prazer que a lida na terra traz, Rosângela também citou o fator econômico e o ganho de consumir alimentos em agrotóxicos.

“Não preciso mais ir à feira para comprar legumes. Aqui a gente troca produtos entre os produtores. Além disso, é maravilhoso plantar e colher. O sabor é outro”, disse Rosângela.

Depois da inauguração, houve degustação de iguarias com o reaproveitamento de alimentos da Cozinha Itinerante da SMSAN. Foi preparado suco de couve com banana e farofa de talos da couve e casca de banana.

Aproveitamento de espaços urbanos

A implantação de hortas urbanas em Curitiba segue as diretrizes do melhor aproveitamento dos espaços urbanos vazios, além de proporcionar a melhoria da qualidade na alimentação, no tratamento da saúde emocional e ocupação social da comunidade que vive na região.

Para bom desenvolvimento do programa, os participantes recebem treinamentos teóricos e práticos sobre cultivo e manutenção de canteiros para produção de frutas, hortaliças e temperos, sem agrotóxicos.