Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade Curitiba-Ouve 156 Acesso à informação
Mobilidade e transporte

Obras da Linha Verde são detalhadas a deputados

Em reunião no Ippuc, o deputado estadual Galo e a assessora do deputado Goura, Luza Basso, conheceram a íntegra do projeto da Linha Verde e detalhes do andamento das obras no trecho norte do corredor de transporte. Foto: Divulgação/IPPUC

 

O projeto da Linha Verde e informações sobre o andamento das obras no trecho norte do corredor metropolitano de transporte no eixo da BR-476 (antiga BR-116) foram apresentados, nesta quinta-feira (20/5), a representantes da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

No Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), o deputado estadual Paulo Roberto da Costa, o Galo, e a assessora do deputado Goura, Luza Basso, estiveram reunidos com o vice-prefeito Eduardo Pimentel, o presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur, e o secretário de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues. Também participou,a chefe de gabinete do vereador Mauro Bobato.

O projeto foi apresentado pelo coordenador da Unidade Técnica de Gerenciamento (UTAG), Paulo Socher, que acompanha a implantação da Linha Verde, e o engenheiro Márcio Teixeira. 

“A reunião para tratar da Linha Verde partiu de um encontro com prefeitos da Região Metropolitana e o governador. O prefeito Rafael Greca determinou a mim, ao Jamur e à equipe técnica apresentar aos deputados as informações sobre o andamento desta grande obra de alcance metropolitano”, explicou o vice-prefeito Eduardo Pimentel.

Segundo o presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur, a Prefeitura está empenhada na recuperação e no andamento das obras para que sejam entregues conforme o cronograma previsto. “Há três grandes lotes de obras em andamento na Linha Verde. Um dos motivos do alongamento dos trabalhos é que não é possível bloquear a rodovia toda”, disse. 

Durante a reunião, o secretário de Obras destacou o impacto causado pela pandemia no andamento dos serviços na Linha Verde.

"Quando os primeiros casos de Covid-19 foram confirmados em Curitiba, vínhamos de uma rescisão contratual com a empresa que estava executando os trabalhos e, na sequência, da contratação das construtoras que hoje estão à frente das obras. O agravamento da pandemia, nos obrigou a afastar trabalhadores do grupo de risco e o fornecimento de insumos básicos, como cimento e aço, foi represado, afetando o ritmo dos serviços ", explicou Rodrigo Rodrigues.

A estimativa é que já no próximo mês de junho seja entregue o Lote 3.1 da Linha Verde Norte, com extensão aproximada 2,46 km, desde a Avenida Victor Ferreira do Amaral ao Rio Bacacheri. O Lote 3.2 Linha Verde Norte, da Trincheira Fulvio Alice, que forma o binário com a Gustavo Rattman/José Zgoda, na ligação com o Bairro Alto por baixo da Linha Verde, deverá ser finalizado no segundo semestre, com previsão para setembro de 2021.

Sinalização

A liberação da pista, com a finalização do lote 3.1, permitirá melhorar os deslocamentos na região com ajustes no trecho viário próximos das intervenções. De acordo com Jamur, para melhorar a mobilidade na região do Atuba, onde parte do tráfego é feito em pista simples gerando congestionamentos, a Prefeitura também está reforçando a sinalização.

A melhoria na sinalização dos trechos em obras atende também à demanda dos parlamentares estaduais. O deputado Galo reforçou a necessidade de sinalização e de ajustes onde o tráfego circula em pista simples para evitar que os veículos caiam no degrau que se forma na área onde está sendo feito o estaqueamento da futura trincheira. 

“A orientação ao tráfego é à mobilidade na região vai ajudar muito. Para o usuário é importante a sinalização, assim como para os prefeitos das cidades vizinhas”, disse Galo.

Obra Metropolitana

Na opinião do presidente do Ippuc, a iniciativa do deputado Galo e dos assessores parlamentares em conhecer detalhes da Linha Verde auxilia no compartilhamento de informações sobre uma obra importante para a Grande Curitiba.

“É relevante a participação do deputado Galo para conhecer o todo do projeto, os lotes e o esforço da Prefeitura para garantir a conclusão da obra”, disse o presidente do Ippuc.

“Com esforço, conseguimos retomar obras perdidas e temos uma carteira de crédito de R$ 2 bilhões em investimentos para obras estruturantes, o que é significativo para a geração de empregos e movimentação da economia”, completou Jamur.

Para o deputado Galo, a reunião serviu para mostrar que o município de Curitiba está empenhado na conclusão da Linha Verde. “Quero cumprimentar o prefeito Rafael Greca e agradecer ao nosso vice-prefeito, Eduardo Pimentel, pela ponte para que pudesse chegar aqui e receber essas informações. Quero dizer que a nossa cidade está em boas mãos. A equipe da Prefeitura é muito competente e está trabalhando arduamente para finalizar a Linha Verde”, observou o parlamentar.

A Linha Verde é o 6º eixo de transporte e de integração viária de Curitiba. São 22 quilômetros de extensão (pelo leito da BR 476) ligando a cidade do Sul ao Norte desde o Pinheirinho ao Atuba, beneficiando a 22 bairros numa área de abrangência onde vivem perto de 300 mil pessoas.