Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade Curitiba-Ouve 156 Acesso à informação
Orçamento 2015

Rodada de consultas públicas termina com grande participação popular

Rodada de consultas públicas termina com grande participação popular. Curitiba, 25/07/2014 Foto: Valdecir Galor

Ouça

0

1/2

Vias públicas, segurança, saúde e trânsito, nesta ordem, foram os temas mais abordados nas nove consultas que discutiram com a população de Curitiba a Lei Orçamentária Anual de 2015 (LOA). Os encontros, que aconteceram em todas as regionais da cidade, contaram com a participação de cerca de 2,7 mil pessoas.

Pelos canais eletrônicos da Prefeitura - Central telefônica 156, Facebook e Twitter, houve cerca de 500 mil participações sobre a LOA 2015. No total, nas nove consultas públicas, iniciadas em 15 de julho, os curitibanos depositaram nas urnas 991 sugestões para o orçamento de 2015. O prefeito, pessoalmente, atendeu mais de 800 pessoas durante as consultas.

O encerramento foi nesta sexta-feira (25), na Regional da Matriz. Na consulta realizada no bairro Jardim Botânico, assim como em todos os outros encontros, o prefeito Gustavo Fruet e os secretários municipais estavam presentes. O administrador da Matriz, Maurício Figueiredo Lima, também participou dos atendimentos nesta sexta. O presidente da Câmara Municipal de Curitiba, vereador Paulo Salamuni, além de outras autoridades, estava presente.

“O fato de termos mudado o formato de atendimento permitiu ampliar em muito o número de cidadãos ouvidos, o que é importantíssimo para nós”, disse o prefeito. Nas consultas, o espaço físico dos locais foi organizado em grupos, divididos por assuntos afins. Os interessados encaminhavam suas questões por escrito numa ficha. As respostas aos cidadãos foram fornecidas pelos secretários e suas equipes, nos respectivos grupos.

As perguntas que não foram respondidas na noite da consulta (caso a pessoa já não estivesse presente, ou ainda, caso o tempo da consulta estivesse esgotado), receberão as respostas até o dia 31 de julho, enviadas via e-mail, telefone ou correios. A partir desta data, todas as sugestões apresentadas estarão disponíveis na página da Prefeitura de Curitiba, no endereço HTTP://loaconsulta.curitiba.pr.gov.br

A LOA é a proposta detalhada do orçamento que será executado pela Prefeitura no ano que vem. Depois de ser discutido com a população, o documento será apresentado em uma audiência pública final, que acontecerá no mês de setembro, e, em seguida, encaminhado para discussão e votação pela Câmara Municipal, o que deve ocorrer até o final de 2014.

Avanços
Fruet destacou o fato de que muitas das sugestões que foram encaminhadas pelos moradores da Regional da Matriz na discussão da LOA do ano passado, foram realizadas pela Prefeitura de Curitiba nos últimos meses. “Entre elas, cito o aumento na capacidade de atendimento e ampliação de horários de unidades de saúde, melhorias na infraestrutura do Mercado Municipal e o Dia do Bairro, ação concentrada que realizou uma série de serviços na região”.

O prefeito lembrou ainda de avanços recentes realizados nos bairros da Regional da Matriz, como a implantação da Via Calma, da faixa exclusiva para ônibus na Rua XV de Novembro, do projeto piloto para permitir maior tempo de travessia de ruas para pedestres com mobilidade reduzida e do cartão eletrônico de estacionamento em ruas centrais, via aplicativo em smart phones, lançado nesta semana. “Nas primeiras 48 horas, 670 pessoas já baixaram o aplicativo, o que é um número recorde”, disse Fruet.

Regional Matriz
Um público superior a 300 pessoas compareceu ao Santuário Nossa Senhora de Lourdes, na Praça Itália, Jardim Botânico, para a nona e última consulta pública da LOA 2015, na noite desta sexta-feira.

Durante duas horas, a urna instalada no local recebeu 34 sugestões escritas, 38 mil pessoas participaram pelas redes sociais da Prefeitura e houve 78 atendimentos presenciais, realizados pelos secretários municipais e pelo prefeito.

Um deles foi ao presidente da Associação de Moradores e Amigos do Jardim Social, Jorge Mikaldo Júnior. Ele falou com o prefeito sobre a preocupação da comunidade local em preservar a área verde vizinha ao Bosque Portugal, ao lado do córrego Tarumã e que se estende até a Linha Verde. “Nossa sugestão é que equipamentos destinados à prática do escotismo sejam instalados no local, o que garantiria a preservação do meio ambiente”, comentou.

Mikaldo, que já participou também das reuniões de discussão do novo Plano Diretor de Curitiba, falou sobre a importância da participação popular na definição dos rumos da cidade. “Uma boa administração pública se faz desta forma, somando às decisões a experiência dos próprios moradores”, disse.

A Administração Regional da Matriz reúne os bairros Centro, Bigorrilho, Rebouças, Cristo Rei, Cabral, Mercês, Juvevê, Ahú, Batel, Alto da XV, Jardim Botânico, São Francisco, Prado Velho, Jardim Social, Alto da Glória, Bom Retiro, Centro Cívico e Hugo Lange. A população é de 210 mil moradores.


Veja esta reportagem em vídeo Aqui.