Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade Curitiba-Ouve 156 Acesso à informação
Educação

Projeto Tênis na Escola é ampliado e envolverá 1,2 mil estudantes

O Projeto Tênis na Escola, que oferece a prática do esporte para estudantes de escolas municipais, está sendo ampliado para mais seis escolas e terá como público 1.272 estudantes das turmas de 1.º ao 5.º ano do ensino fundamental. Foto: Jaelson Lucas/SMCS

O Projeto Tênis na Escola, que oferece a prática do esporte para estudantes de escolas municipais, está sendo ampliado para mais seis locais e terá como público 1.272 estudantes das turmas de 1.º ao 5.º ano do ensino fundamental. Com isso, 29 escolas estão envolvidas com o projeto.

Os kits de materiais para as aulas e treinos começaram a ser entregues para o início das atividades, que acontecem no período de contraturno escolar. Na Escola Municipal Paranaguá, no bairro Santo Inácio, a entrega do kit foi feita na manhã desta quinta-feira (21).

Os kits contêm tubos e bolas de tênis, raquetes e rede para mini tênis. Também estão recebendo os materiais as escolas municipais Tanira Regina Schimidt, Maria Neide Gabardo Betiatto, Professor Brandão, Rolândia e a Escola de Educação Especial Tomaz Edison de Andrade Vieira. Nesta última, as atividades acontecerão durante as aulas de Educação Física.

O Tênis na Escola é um dos projetos desenvolvidos pela Secretaria Municipal da Educação como parte das estratégias para garantir a boa qualidade no ensino público. “O objetivo da oferta do tênis nas escolas municipais não é formar atletas na modalidade, mas formar cidadãos e potencializar atividades coletivas e individuais”, disse a secretária municipal da Educação, Roberlayne Borges Roballo.

“Vamos comemorar se houver o destaque de algum talento, mas o mais importante é promover a socialização, a inclusão e o desenvolvimento integral das crianças por meio da prática esportiva.”, disse Roberlayne.

O Tênis na Escola éuma das inúmeras práticas esportivas voltada aos estudantes da educação integral. As aulas acontecem duas vezes por semana, no período contrário ao das atividades regulares de sala. As aulas são conduzidas por professores da rede municipal que recebem formação para a prática.

Integração

Nas aulas, as ações recreativas de tênis acontecem nas quadras das escolas, adaptadas para integração e experiência dos estudantes com o esporte. Para a diretora da Escola Paranaguá, Rosane Rondschky, o novo projeto complementará as atividades desenvolvidas na escola, como o projeto de xadrez e as dos programas Comunidade Escola e Guarda Mirim. “São novas possibilidades que nos permitirão ampliar ainda mais a qualidade da educação ofertada na escola”, disse Rosane.

A chegada dos novos materiais animou os estudantes da escola, que não perderam tempo para começar a se familiarizar com raquetes e bolinhas. Já no momento de entrega do kit as crianças arriscaram a troca de passes e jogadas com as professoras, com a secretaria da Educação e com integrantes da equipe da coordenadora da educação integrada da Secretaria Municipal da Educação.

“Eu acho que serão aulas muito divertidas e a gente não vê a hora de aprender a jogar de verdade”, disse a estudante Tammy Giovane Moraes, de 10 anos, do 5º ano da Escola Paranaguá. Junto das colegas, ela aproveitou o evento para um treino rápido na quadra coberta da escola.

Na escola Paranaguá as aulas de tênis serão ensinadas pelas professoras de Educação Física Taciane Graciano e Patrícia Teider, uma vez na semana, com uma hora e meia de duração. A dupla comemorou a chegada dos materiais e a formação continuada que estão recebendo. “Estamos todos, dos estudantes a equipe de profissionais, comemorando a inserção da escola no projeto. Se algum aluno se destacar faremos o encaminhamento, mas o trabalho será voltado mesmo para a socialização e incentivo das crianças para a prática do esporte e da vida saudável”, disse Taciane.

Algumas das 23 escolas nas quais o projeto já era desenvolvido também receberão materiais para reposição. Os kits novos enviados para as escolas funcionam como motivador para a prática esportiva.

“A inclusão de mais escolas no projeto representa um avanço para os estudantes e oportunidade de práticas que influenciam diretamente no processo ensino-aprendizagem dos estudantes”, disse a coordenadora da educação integrada, Eliane Trojan Butenas.

Além das aulas semanais, os estudantes participam de competições, torneios e circuitos, em momentos de integração e vivência de jogos. A participação dos estudantes no projeto de tênis também colabora para a valorização e inserção de crianças e adolescentes de áreas de vulnerabilidade social.

“O projeto de tênis tem como objetivo democratizar as ações de contraturno, contribuindo para a formação psicomotora e social dos estudantes”, disse Carolina Petruy, da equipe da coordenadoria da educação integrada.