Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Direitos Humanos

Programação marca Mês da Consciência Negra e dos Direitos Humanos

O dia 20 de novembro marca a data de morte, em 1695, do alagoano Zumbi dos Palmares, um dos grandes líderes de resistência e luta contra a escravidão e pela liberdade dos negros no período do Brasil Colonial. Por essa razão, a data é lembrada e comemorada no Brasil como o Dia da Consciência Negra e da Igualdade Racial. Para marcar a data em Curitiba, a partir desta segunda-feira (10), uma programação, articulada pela Assessoria de Direitos Humanos e Igualdade Racial do Gabinete do Prefeito, será promovida pela Prefeitura.

Durante todo o mês, desde a última quinta-feira (06), estarão sendo realizadas, em vários pontos culturais da cidade, rodas de leitura e contação de histórias com temas relacionados à africanidade, promovidas pela Fundação Cultural de Curitiba. As atividades prosseguem até o dia 10 de dezembro, dia da Declaração Universal de Direitos Humanos.

“A África que existe em nós: a cor e a cultura”, é o nome da mostra que será aberta nesta segunda no hall do térreo da Prefeitura. A mostra apresenta trabalhos dos alunos da Escola Municipal Júlia Amaral Di Lenna, que foram orientados pela professora Ana Lúcia Mathias. Entre os trabalhos há máscaras, abaiomis (bonecas africanas típicas) e mapas geográficos e didáticos sobre a diversidade humana no continente africano e brasileiro. A mostra poderá ser visitada até o dia 21, entre 8h e 18 horas.

Na sexta-feira (14), às 19 horas, acontece a abertura da 9ª. Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul, na Cinemateca. Composta por 41 filmes, a mostra está sendo promovida pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República em todo o país. A programação inclui a exibição gratuita de filmes legendados de longa, média e curta duração sobre temas relacionados aos direitos humanos. A mostra contará com exibições especiais, seguidas de debate, que será acompanhado de intérprete de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais). No dia 18 (terça-feira) haverá sessões especiais para alunos da rede de ensino e contará ainda com o recurso de audiodescrição, que faz a narração do filme para cegos. A programação completa pode ser acessada pelo site http://www.mostracinemaedireitoshumanos.sdh.gov.br/2014/pt/ .  

A Praça de Bolso, na Rua São Francisco, entre a Travessa Presidente Farias e Rua Riachuelo, servirá de palco para intervenções culturais “A rua é nossa!” no domingo (16), entre 14h e 20 horas. As ações terão como temática a consciência negra, a participação social e a mobilidade urbana, incluindo uma roda de debates e exposição de arte negra, além de oficinas de tranças afro, Hip Hop, dança, capoeira, música, artes plásticas e artesanato, entre outras atividades relacionadas. Atividades para as crianças também estão garantidas. A roda de debates, marcado para ter início às 17 horas, acontecerá na rua e contará com participação de militantes de direitos humanos e igualdade racial e de pessoas interessadas engajadas em reflexões e ações de consciência negra. Os artistas Brinsan, Jazzreel e Maykow 713 estão entre as atrações.  

Haiti em Curitiba

O embaixador haitiano Madsen Chérubin vem à Curitiba, no dia 18 para participar de um encontro com a comunidade haitiana radicada em Curitiba e Região Metropolitana. O encontro será realizado às 14 horas no Salão Nobre da Prefeitura e deverá reunir secretários municipais e representantes da sociedade civil. De acordo com dados da Polícia Federal (PF), há cerca de 2,5 mil haitianos regularmente instalados em Curitiba e região. Porém, a Organização Não-Governamental Casla Latino Americana, que atua também com questões de imigrações, estima que há aproximadamente 8 mil haitiano radicados no Estado e outros 1,5 mil (além dos 2,5 mil) em Curitiba e região.       

Na mesma data (18), entre 14h e 17 horas, o Instituto Municipal de Administração Pública (Imap) realiza, no Salão de Atos do Parque Barigui, o 3º. Seminário Pró-Equidade de Gênero e Raça. O seminário apresentará a palestra de Breno Nascimento, que irá falar sobre Diretrizes da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SPM) frente a Avaliação do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça. Em seguida Mônica Alves de Oliveira apresenta a palestra Diretrizes da Secretaria de Políticas de Ações Afirmativas frente as considerações de Pertencimento Racial e Políticas de Cotas. O evento será finalizado por um debate, que será aberto a perguntas e interações com o público presente.

O salão nobre da Prefeitura abriga no dia 19, entre 19h e 21h30, uma mesa redonda de discussão a partir do depoimento do professor do Núcleo de Estudos Afro Brasileiro (Neab) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Alexandro Dantas Trindade, sobre a influência e a participação dos irmãos Rebouças no desenvolvimento das cidades. Negros engenheiros, os irmãos Rebouças assinam diversas obras no país e no Paraná, como a ferrovia Curitiba-Paranaguá. Na mesma ocasião acontece o lançamento do Comitê Municipal da Saúde da População Negra.

No dia 20 (quinta-feira), Dia da Consciência Negra e da Igualdade Racial, acontece a Festa do Rosário que terá início às 9 horas e prossegue até às 22 horas no Largo da Ordem, em frente à Igreja do Rosário. Na mesma data acontece o lançamento da campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher, promovida pela Secretaria Municipal Extraordinária da Mulher. O evento contará com barracas de comidas típicas da gastronomia africana, oficinas de tranças afro, dança e músicas típicas. A Festa do Rosário é organizada pelo Centro Cultural Humaitá, que realiza no dia 23 (domingo), entre 9h30 e 10h30, a tradicional lavagem da escadaria da Igreja do Rosário. As atividades também contam com o apoio do Instituto Municipal de Turismo, Fundação Cultural de Curitiba, Secretaria Municipal Extraordinária da Mulher e pela Assessoria de Direitos Humanos e Igualdade Racial do Gabinete do Prefeito.

Os eventos do mês têm ainda o apoio das secretarias municipais de Governo, Educação, Saúde, Esporte Lazer e Juventude, Mulher, Comunicação Social, Defesa Social, FAS, Guarda Municipal, Urbanismo, Pessoa com Deficiência, Trabalho e Emprego,Trânsito, URBS  e de organizações da sociedade civil, do Conselho Municipal de Politicas Étnico Racial (Comper) e da Comissão Municipal de Direitos Humanos.

Rede de Interação

Com o objetivo de mapear e dar maior visibilidade as atividades que ocorrem durante o Mês da Consciência Negra, a Assessoria de Direitos Humanos e da Igualdade Racial está realizando a atualização de cadastro das universidades, organizações da sociedade civil, entidades afins e outros grupos que atuam na promoção e defesa dos direitos humanos e da igualdade racial. Os grupos e organizações podem informar que atividades ou eventos realizam anualmente neste período alusivo à data para que possam ser incluídas no planejamento de 2015 e que poderão vir a fazer parte da programação oficial do município. Os contatos dever ser feitos pelo e-mail direitoshumanos@pmc.curitiba.pr.gov.br ou pelo telefone (41)3350-8092.