Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Educação

Profissionais de apoio participam de formação sobre inclusão

Profissionais de apoio que trabalharão neste ano na rede municipal de ensino vão participar do Fórum Permanente de Inclusão Escolar – a Atuação do Profissional de Apoio, que será promovido pela Secretaria Municipal da Educação no dia 27, na UniBrasil do Tarumã. A formação vai abordar as atribuições dessa função na rotina escolar dos estudantes com deficiência.

Eles também receberão orientações relativas ao Programa Direito Inclusivo Assegurado e sobre transtornos globais de desenvolvimento, altas habilidades, síndrome de Down.

Os profissionais de apoio atuam nas escolas, sempre com os professores regentes, no auxílio e acompanhamento a crianças e estudantes com diferentes necessidades.

A diretora do Departamento de Inclusão e Atendimento Educacional Especializado, Gislaine Coimbra Budel, explica que a secretaria trabalha para que todos sejam atendidos em suas especificidades. "Incluímos no processo de escolarização ações voltadas à promoção do desenvolvimento e à participação efetiva dos estudantes com deficiência", diz Gislaine.

Essas ações estão em expansão desde 2017. Em 2016, 281 crianças contavam com auxiliar em sala para a inclusão. O número de atendimentos saltou para 764 em 2018.

Além dos profissionais de apoio, a rede oferece salas de recursos multifuncionais e atividades pedagógicas. São 15 modalidades de atendimento oferecidas a estudantes em processo de inclusão.

A rede tem oito Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializado (CMAEEs), que realizam um trabalho específico por meio de dois serviços: avaliação e atendimento educacional especializado. Esses centros são compostos por equipes de profissionais da Secretaria Municipal da Educação: professores especializados nas áreas visual e auditiva, pedagogos especializados e psicólogos da Secretaria Municipal da Saúde, que realizam a avaliação. Em breve a Prefeitura entregará mais um CMAEE à população, no Tatuquara.

Acompanhamento diário

A rede municipal tem 2.441 crianças e estudantes em inclusão, em turmas de Educação Infantil e do Ensino Fundamental, em um total de 140 mil estudantes. 

Cerca de 850 crianças e estudantes em inclusão são consideradas de alta ou altíssima prioridade, e por isso contam com acompanhamento de profissional de apoio, que os auxilia na locomoção, alimentação, higiene e em algumas atividades escolares.

Há casos em que o atendimento deste profissional é compartilhado por mais de uma criança. O objetivo do trabalho com os profissionais de apoio é tornar os estudantes mais independentes e, dessa forma, é possível compartilhar a atenção de um mesmo profissional.