Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Investigação

Procuradoria abre sindicância para apurar desaparecimento de peças da Casa Klemtz

Diante das denúncias publicadas pelo jornal Folha de S. Paulo na edição desta quarta-feira (21), a respeito de três obras de arte desaparecidas do acervo da Fundação Cultural de Curitiba, a Procuradoria Geral do Município abriu uma sindicância para apurar o caso.

O desaparecimento de 12 itens do acervo da Casa Klemtz – adquirida pelo Município em 1995, na gestão Rafael Greca – consta de relatório do ano 2001, confirmado por um inventário do acervo municipal realizado em 2013, no início da atual gestão.

O registro oficial sobre o desaparecimento inclui fotos e descrição técnica de todos os itens.

Após o relatório de 2013, a FCC abriu procedimento administrativo para apurar indícios de autoria do desaparecimento dessas obras. Agora, a FCC encaminhará o procedimento à PGM e o caso será apurado com base nas novas informações publicadas pela Folha.