Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Atualizado

Prefeitura mobiliza equipes para atender ocorrências das chuvas

Prefeitura mobiliza equipes para atender ocorrências das chuvas. Curitiba, 30/05/2019. Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

As fortes chuvas e o vento registrados em Curitiba por volta das 6 horas desta quinta-feira (30/5) causaram transtornos em vários bairros. Desde cedo, as equipes da Prefeitura estão nas ruas trabalhando e atendendo as ocorrências. Foram mobilizados cerca de 300 profissionais da Defesa Civil, Trãnsito, Guarda Municipal, Secretaria do Meio Ambiente, das Administrações Regionais, da FAS, Educação e Saúde.

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Curitiba recebeu 300 pedidos de lona por conta de destelhamentos em casas. Os bairros mais atingidos foram o Cajuru, Boqueirão, Boa Vista e Portão. 

De acordo com o Simepar, as rajadas de vento chegaram a atingir 80,6 km/h. Desde a madrugada até a manhã desta quinta-feira foram registrados 21,6 milímetros de chuva. Em algumas regiões da cidade também caiu granizo. A Defesa Civil também foi acionada para atender quedas de galhos e de árvores.

Foram feitos 327 pedidos para retirada de galhos caídos pela cidade. Os bairros afetados com a queda de galhos foram Uberaba, Jardim das Américas, Santa Quitéria, Mercês, Hauer, Água Verde, Bigorrilho, Cajuru e Boa Vista. A Comissão de Segurança de Edificações e Imóveis (Cosedi) de Curitiba também foi acionada e faz atendimentos pela cidade. Foi registrada a queda de um muro no Umbará, sem vítimas. 

Trânsito

Somente a Superintendência de Trânsito (Setran) está com 80 agentes nas ruas de Curitiba, desde 6 horas da manhã, orientando o trânsito em pontos onde houve queda de árvores ou locais com semáforos desligados por causa da falta de energia elétrica.

No início da manhã, logo após às 6 horas, aproximadamente 100 semáforos estavam desligados. Por volta das 10 horas, eram 40. Curitiba tem cerca de 1.200 semáforos e 60% deles estão ligados ao Centro de Controle Operacional (CCO). Nesses casos, o desligamento é detectado imediatamente pelas equipes.

Nos demais, as ocorrências são relatadas por moradores via Central 156 ou são verificadas pelos agentes de trânsito que estão monitorando o funcionamento dos equipamentos em toda a cidade.

Ação Social

Desde as primeiras horas da manhã, equipes da Fundação de Ação Social (FAS) percorrem as regiões para falar com as famílias e fazer o cadastro para atendimento daquelas que possam ter sido atingidas pela forte chuva. A Regional Cajuru foi a mais atingida. Várias casas foram destelhadas e as famílias estão solicitando o fornecimento de lonas pela Defesa Civil.

Na Regional Portão, parte do telhado do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Fazendinha caiu e a unidade está fazendo apenas atendimentos emergenciais nesta quinta-feira (30/5). Nas regionais Matriz, Bairro Novo, Santa Felicidade, Pinheirinho e Tatuquara nenhuma família precisou de atendimento da assistência social. 

Educação

Duas escolas da rede municipal de ensino tiveram que suspender o atendimento, nesta quinta-feira (30/5), em razão dos transtornos causados pelo temporal. As aulas foram suspensas nas escolas Michel Khury e Rachel Mader Gonçalves, ambas na Regional Cajuru.

As equipes de limpeza e serviços estão mobilizadas desde o início da manhã nas duas escolas.

A reunião do Fala Curitiba que iria acontecer na noite desta quinta na escola Michel Khury foi adiada. Uma nova data será marcada para o encontro.

Informações atualizadas às 17h45