Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Vale do Pinhão

Estudantes conhecem projetos inovadores do Worktiba Barigui

Estudantes da escola internacional do SESI visitaram o Worktiba Barigui nesta quinta-feira (30/5). Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (30/5), cerca de 60 alunos do 8º e 9º anos do colégio Sesi Internacional conheceram o coworking Worktiba Barigui e entenderam melhor o conceito do Vale do Pinhão, movimento do ecossistema de inovação de Curitiba. No coworking, eles descobriram como a requalificação de espaços e equipamentos subutilizados na administração pública foram usados no desenvolvimento do local, que é uma das frentes do Vale do Pinhão.

Aluna do 9º ano, Maria Julia Lourenço Marques gostou da visita e das palestras apresentadas. “Ainda não sei que carreira vou seguir, mas esse tipo de encontro é legal para saber mais das opções, com que posso trabalhar no futuro”, comentou ela após a palestra do empreendedor Arthur Vaine, da Santiago Tecnologia. A startup desenvolve no Worktiba Barigui tecnologia para próteses ortopédicas produzidas em impressora 3D.

A coworker Thais Eastwood Vaine, do projeto Cidade da Ciência, também apresentou o trabalho que faz no local. A empreendedera desenvolve uma plataforma colaborativa e geolocalizada com dicas de endereços educacionais e culturais na cidade.

Por fim, foi apresentado o trabalho da HA Tecno, do engenheiro eletricista Henrique Sérgio Gutierrez da Costa. A startup desenvolve um scanner biométrico capaz de detectar fraudes em impressões digitais e de ler as de pessoas que são difíceis de escanear - idosos, recém-nascidos e profissionais que fazem trabalhos manuais que desgastam a pele. “Com o nosso equipamento podemos identificar, de forma não invasiva e muito mais precisa, a identidade das pessoas por meio de um feixe de luz que capta a identificação na camada externa e interna da pele, evitando fraudes”, explica o empreendedor.

Primeiro coworking público municipal do país, o Worktiba Barigui recebe periodicamente estudantes, gestores e técnicos interessados em conhecer o espaço e os projetos desenvolvidos. Atualmente, 18 empresas compartilham o espaço de trabalho colaborativo.

Além delas, outras 30 empresas fazem parte do segundo coworking da Prefeitura, aberto no subsolo do Cine Passeio, no Centro.