Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Carnaval 2020

Curitibinhas capricham nas fantasias para Aula de Iniciação ao Samba

Prefeito Rafael Greca, participa da aula de Iniciação ao Samba na Regional Cajuru. Curitiba, 20/02/2020. Foto: Ricardo Marajó/FAS

 

Cerca de 300 curitibinhas de quatro escolas da Regional Cajuru se divertiram com o projeto Aula de Iniciação ao Samba, ocorrido na tarde desta quinta-feira (20/2), na Rua da Cidadania. Meninos e meninas vestiram fantasias para entrar no clima e aprender sobre o samba e o Carnaval.

O prefeito Rafael Greca gostou de ver como os alunos se preparam para o evento. “Estou vendo aqui a Branca de Neve e tem um Coringa aqui também”, brincou.

Em seguida convocou todos para a festa: “Vamos fazer um lindo Carnaval. Parabéns aos que vieram fantasiados e aos que não vieram coloquem alegria no rosto, vamos brincar o Carnaval e viva Curitiba”, disse.

Carnaval e sustentabilidade

Uma das fantasias mais originais era a da menina Beatriz Arruda Silva, 9 anos. Ela usava um adereço na cabeça feito com uma pequena garrafa de refrigerante e um copo de plástico. Parte do cabelo da menina passava por dentro da garrafa, caindo no copo, simulando o conteúdo.

“Foram meus tios que fizeram”, explicou a menina, que estuda na Escola Municipal Omar Sabbag. A boa ideia da família de Beatriz de usar material reciclável chamou atenção, tanto pela originalidade quanto para a sustentabilidade, já que a alegria do Carnaval não combina com agressão ao meio ambiente e a produção de toneladas de lixo.

Além de dar esta lição de boas práticas com o meio ambiente, Beatriz também demonstrou que estava atenta à aula de samba. “Hoje eu aprendi que o Carnaval é brasileiro e que todo mundo tem que curtir esta festa”, setenciou.

Outra fantasia caprichada era a da garotinha Manoela Tondin, que estava caracterizada de unicórnio. “Foi tudo feito pela mãe”, contou toda orgulhosa a estudante da Escola Municipal Elza Lerner.

Quem também gostou muito da apresentação foi Eduardo Augusto, da Escola Municipal Issa Nacli. Fantasiado de vampiro, o menino disse que aprendeu uma lição muito importante: “Eu aprendi que o Carnaval não é algo ruim, como muitos dizem por aí. É muito legal, isso sim”, comemorou.

Participaram do evento cerca de 300 crianças das escolas municipais Omar Sabbag, Elza Lerner, Michel Khury e Issa Nacli.

História do samba

A apresentação feita pelos atores Douglas Perez (Curitibinha), Léo Campos e Taciani Vieira, respectivamente, o Senhor e a Senhora Samba, mostrou o ritmo desde os primórdios, como o samba de roda que nasceu na Bahia, e os mais variados estilos que multiplicaram desde então até os dias de hoje.

A cada fase, eram cantados trechos de músicas compostas por ícones do samba, como Mestre Donga, Cartola, Pixinguinha, Chiquinha Gonzaga, Adoniran Barbosa, Ary Barroso, Zé Keti, Heitor dos Prazeres, Noel Rosa, Lamartine Babo, Paulinho da Viola, Martinho Vila.

No final, teve um bailinho com sucessos consagrados do samba. O prefeito se divertiu com os pequenos, ao lado do cortejo real do Carnaval de Curitiba, o rei momo, Felipe Júnior Oliveira de Souza Frausino, a rainha Jéssica de Almeida Barbosa e as princesas Joyce Kelly Alves Ramiro dos Santos e Edna dos Santos Souza. Teve também bonecos gigantes, o Homem Aranha e o personagem Pikachu.

Participaram do evento a administradora regional Adriane Santos, a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina Castro, o diretor artístico da Fundação Cultural, Édson Bueno, o vereador Serginho do Posto, a assessora do gabinete do prefeito, Cinthia Maia.

As próximas aulas acontecem nesta sexta-feira (21/2), nas Ruas da Cidadania do Pinheirinho (10h30) e Bairro Novo (15h).