Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade Curitiba-Ouve 156 Acesso à informação
Parceria

Curitiba dará suporte à Secretaria Nacional de Mobilidade

Fórum Paranaense de Mobilidade Urbana, no Parque Barigui. - Curitiba, 31/05/2019 - Foto: Daniel Castellano / SMCS

A Prefeitura de Curitiba, por intermédio dos institutos de Pesquisa e Planejamento Urbano (Ippuc) e de Admistração Pública (Imap), poderá dar suporte à Secretaria Nacional de Mobilidade e Serviços Urbanos (Semob), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, para a disseminação de conteúdo e informações ao plano que está sendo desenvolvido para o setor em todo o país. A sugestão foi apresentada pelo prefeito Rafael Greca ao secretário da Semob, Jean Carlos Pejo, nesta sexta-feira (31/5), em reunião no 7º Fórum Paranaense de Mobilidade Urbana, no Salão de Atos do Parque Barigui.

“Podemos viabilizar um convênio oferecendo a expertise de Curitiba no ensino à distância, pelo Imap, e o conteúdo do Ippuc como suporte a este processo”, disse o prefeito. Segundo o secretário Pejo, a iniciativa é bem-vinda e poderá ser de grande valia à disseminação do conhecimento das propostas nacionais de mobilidade para outras cidades.

Pejo destacou que o Plano Nacional de Mobilidade Urbana em desenvolvimento afinado deverá estar alinhado às demandas dos municípios e dos estados. “O êxito de uma política pública está no sucesso da sua aplicação pelas prefeituras, independentemente do porte da cidade. Não se trata apenas de mobilidade urbana, mas também humana”, observou.

Entre os desafios do plano nacional estão: a prioridade ao transporte não motorizado dentro da política e dos programas de mobilidade, a promoção do transporte público de passageiros sobre trilhos, integrado aos demais modais, e o estímulo ao transporte público sobre pneus com integração às demandas das cidades e regiões.

Contorno ferroviário

Outra sugestão apresentada pelo prefeito ao secretário de Mobilidade foi a da análise da viabilidade do contorno ferroviário de Curitiba, de forma a liberar a área de domínio da ferrovia que corta a cidade para a implantação de um sistema de transporte integrado também à Região Metropolitana. “Com a viabilização do contorno ferroviário e a liberação dos trilhos que cortam Curitiba, a ideia é fazer um eixo de transporte na faixa de domínio”, disse Greca.

Pejo ressaltou que o contorno ferroviário da cidade é gerido por concessão, dentro da área do Ministério de Infraestrutura, porém há a possibilidade de levar o estudo adiante nas relações transversais entre os ministérios. “O interesse das cidades e das pessoas está em primeiro lugar. Por isso, existe a possibilidade de negociação com a concessionária para a construção de contornos e a utilização da via remanescente como equipamento urbano, onde a prefeitura poderá indicar a melhor solução”, explicou.

Metrô

No encontro com o prefeito, o secretário nacional de Mobilidade destacou como acertada a decisão de não dar sequência ao projeto do metrô curitibano na forma como havia sido proposto. “Foi uma decisão muito importante, porque se aquela obra de metrô tivesse sido iniciada a cidade estaria recortada por uma obra para a qual não haveria recurso para executar”, disse Pejo. “Quero cumprimentar publicamente o prefeito pela coragem ao tomar a decisão que tomou. Com certeza o povo curitibano agradece”.

Após o evento no Barigui, o secretário visitou as obras da Linha Verde e embarcou no Ligeirão Pinheirinho Carlos Gomes até o terminal Pinheirinho, acompanhado do presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur, de integrantes da equipe técnica do Instituto e do Diretor do Departamento de Planejamento e Informações do Semob, Cléver Ubiratan Teixeira de Almeida, ex-presidente do Ippuc. “Foi uma visita excelente ao sistema e às estações. Os corredores de transporte da Linha Verde são uma evolução do sistema com uma boa integração. Curitiba está de parabéns pelo seu sistema de transporte. O governo federal, o Ministério de Desenvolvimento Regional e a Secretaria Nacional de Mobilidade está de mãos dadas para trazer as soluções que Curitiba e os cidadãos curitibanos merecem”, completou. Pejo finalizou a visita em reunião com técnicos do Ippuc.