Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Regional Santa Felicidade

Cras promove ação de valorização da vida e prevenção ao suicídio

Palestra sobre prevenção de suicídio promovido pelo Cras Rua da Cidadania Santa Felicidade. Curitiba, 11/09/2019. Foto: Levy Ferreira/SMCS

Cantando e falando sobre esperança e valorização da vida, um grupo de 50 pessoas atendidas em programas da Fundação de Ação Social (FAS) participou do evento alusivo à campanha Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio. O encontro foi promovido pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Rua da Cidadania Santa Felicidade, nesta quarta-feira (11/9).

A abertura foi feita pelo coral Vozes da Feliz Idade, formado por idosos do Centro Atendimento à Terceira Idade (Cati) de Santa Felicidade. Também houve palestra da médica psiquiatra da Unidade de Saúde Santa Felicidade, Larissa Tamon Miguel, que abordou o tema suicídio em uma roda de conversa onde foram apresentadas algumas das razões que levam pessoas a atentar contra a própria vida e também formas de reconhecer quem precisa de ajuda e os encaminhamentos possíveis.

“Doenças psiquiátricas e depressão aumentam as chances de tentativas de suicídio. Saber identificar e orientar as pessoas é fundamental para valorizar a vida”, disse Larissa.

Falar é triste, mas fundamental

Além do bate-papo foram realizadas atividades práticas para que os participantes trocassem experiências e aprendessem sobre como prevenir o problema. “Falar sobre é isso pode ser triste, mas é fundamental”, disse a aposentada Antônia Gonçalves, 68 anos.

Integrante do grupo de ioga, cujas aulas acontecem na Rua da Cidadania, ela conta que precisou se apoiar em ajuda médica, na atividade física e em aulas de bordado para vencer uma depressão. “Infelizmente tenho casos de tentativas de suicídio na família, também precisei de ajuda para não cometer uma besteira e sei da importância de alertar o maior número de pessoas sobre essa doença silenciosa e perigosa”, disse Antônia.

Neuza Perucini Bazoli, integrante do Coral do Cati, encontrou na música uma forma de vencer a depressão causada após o fim de um casamento de 36 anos.

“O que me fez levantar foi a força recebida e as ações do Cati que me ajudaram a ter esperança de viver outra vez”, contou Neuza.

Outras ações foram realizadas em espaços públicos da Regional Santa Felicidade nesta semana, abordando o tema. O Cras Campina do Siqueira promoveu palestra e concerto na Capela Santa Maria, no Centro. Já a Unidade de Saúde Butiatuvinha, por meio do Programa Saúde na Escola, levou a discussão aos estudantes da Escola Municipal João Stival.

Setembro Amarelo

Setembro é o mês internacional de prevenção ao suicídio. Conhecido como Setembro Amarelo, o movimento é mundial para conscientizar a população sobre o assunto e alertar que pode haver prevenção para a maioria dos casos.

No Brasil, o Centro de Valorização da Vida (CVV) coordena atividades em todo o País, além do Conselho Federal de Medicina e da Associação Brasileira de Psiquiatria. Em Curitiba é possível procurar ajuda nas unidades de saúde, nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), nas Unidades de Pronto Atendimento. Também é possível ligar 156, para saber o serviço de saúde mais o próximo de sua casa.