Prefeitura Municipal de Curitiba 156 Acesso à informação
Regional Boa Vista

Cras Bairro Alto tem novas instalações para atender a 2,4 mil famílias

Otília Ribeiro Rosa, Zenilda Fernandes da Rosa e Rosa Francoso no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Bairro Alto. Foto: Divulgação

“Quando mais precisei de um abraço amigo, palavras de acolhimento, mas ao mesmo de direção, encontrei esse lugar, espaço de recomeço e esperança”, diz a dona de casa Sandra Maria Nalim, sobre o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Bairro Alto.

Localizado na Rua Jornalista Alceu Chichorro, 323, ao lado de Liceu de Ofícios, o Cras Bairro Alto ganhou novas instalações, um prédio construído especialmente para servir como ponto de apoio às pessoas em situação de vulnerabilidade social, na Regional Boa Vista.

Sandra pertence a uma das 2.462 famílias referenciadas na região e que precisam ter o apoio do município para melhorar a qualidade de vida, a partir do ingresso nos programas sociais. Deste grupo, 350 famílias procuram a unidade todos os meses em busca de algum serviço de proteção. Os atendimentos são coordenado pela Fundação de Ação Social (FAS).

“Eles nos pegam pelas mãos, nos ajudam a levantar a cabeça e colocar a vida nos trilhos”, define a dona de casa Sandra Maria Nalim.

Sandra participa do Programa de Proteção e Atendimento Integral à Família desenvolvido na unidade. “Foi a partir daí que me reergui quando perdi o marido, quando minha casa alagou e também no encaminhamento dos meus três filhos no serviço de convivência”, diz a dona de casa.

Inauguração

Foi o reconhecimento à importância dos atendimentos recebido que levou Sandra a participar da cerimônia de inauguração das novas instalações da unidade, entregue à população em 8 de agosto. Com 100 metros quadrados, o imóvel está instalado na mesma área do Liceu de Ofícios Bairro Alto, onde o Cras funcionou desde 2015 em duas salas emprestadas.

O novo imóvel permite a ampliação do atendimento ofertado à população.

“Temos mais espaços para os cursos e oficinas. O que era bom ficou ainda melhor”, disse a aposentada Otília Ribeiro Rosa, 83 anos.

Ela participa das oficinas de artesanato oferecidas no Cras. Bordar, tricotar, pintar, costurar são atividades que ajudaram a aposentada a melhorar a qualidade de vida. O ingresso no atendimento foi por intermédio da filha Zenilda Fernandes da Rosa, 50 anos, encaminhada ao Cras pela unidade de saúde onde recebe atendimento.

“Era para eu sair de casa, aprender coisas novas e curar a depressão. Deu certo e hoje sou uma pessoa mais feliz”, conta Zenilda que além da mãe, levou para o Cras a tia Rosa Francoso, 78 anos. Todas prestigiaram a inauguração do novo prédio.

Liderança na Associação Comunitária das Mulheres do Bairro Alto, Niuza de Jesus Oliveira também esteve no evento e cumprimentou a administração municipal pelo olhar dedicado às famílias. “Vejo as pessoas progredindo, mudando de vida. Aqui desse Cras já saíram muitas crianças que hoje estão fazendo faculdade e ajudando suas famílias”, contou Niuza.

Entre os serviços ofertados no local está o de proteção e atendimento às famílias que buscam a prevenção de violações de direitos e a melhoria da qualidade de vida e ainda atividades de convivência para crianças, adolescentes e pessoas idosas.

Dona Benedita Lopes de Mello tem 70 anos e é uma das frequentadoras do Cras Bairro Alto. Quando se aposentou, há dez anos, viu seu ritmo de vida mudar completamente.

Sozinha dentro de casa, começou a ter muitas doenças e entrar em depressão. “Quando descobri as atividades aqui, vi o quanto é importante estarmos em contato com outras pessoas, conversar, rir. Faço meu artesanato, sou voluntária em uma associação do bairro e não quero saber de doenças”, disse.

Cadastro Único

Nos Cras, a população pode ainda fazer inscrição e atualização do Cadastro Único para conseguir benefícios sociais, como o Bolsa Família e a Tarifa Social – Energia Elétrica, atendimento social, encaminhamentos para solicitação de segunda via de documentos e para o Sistema de Garantia de Direitos, e ter orientações sobre acesso a benefícios sociais e previdenciários.