Ir para o conteúdo
Prefeitura Municipal de Curitiba Acessibilidade 156 Acesso à informação
Tatuquara

Avançam as obras que viabilizam o uso do Viaduto Pompéia

Em breve, o Viaduto Pompéia, no Tatuquara, estará cumprindo a função para a qual foi criado. A estrutura foi entregue em setembro de 2015 pela Autopista Planalto Sul/Arteris - concessionária responsável pela rodovia BR-116 - mas sem as alças necessárias para os motoristas acessarem o viaduto. As alças deveriam ter sido construídas pela gestão anterior, mas só a partir de setembro de 2018 foram iniciadas. Nesta sexta-feira, o prefeito Rafael Greca foi ao local vistoriar a obra, que deverá ser entregue em setembro deste ano. Encontrar uma solução para o viaduto foi o desafio que ele apresentou às equipes técnicas do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e da Secretaria Municipal de Obras Públicas ainda no seu primeiro mês do seu mandato, em janeiro de 2017. - Curitiba, 22/02/2019 - Foto: Daniel Castellano / SMCS

Em breve, o Viaduto Pompéia, no Tatuquara, estará cumprindo a função para a qual foi criado. A estrutura foi entregue em setembro de 2015 pela Autopista Planalto Sul/Arteris - concessionária responsável pela rodovia BR-116 - mas sem as alças necessárias para os motoristas acessarem o viaduto. As alças deveriam ter sido construídas pela gestão anterior, mas só a partir de setembro de 2018 foram iniciadas. 

Nesta sexta-feira (22/2), o prefeito Rafael Greca foi ao local vistoriar a obra, que deverá ser entregue em setembro deste ano. Encontrar uma solução para o viaduto foi o desafio que ele apresentou às equipes técnicas do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e da Secretaria Municipal de Obras Públicas ainda no seu primeiro mês do seu mandato, em janeiro de 2017.

“O viaduto estava pronto, chegando num lugar sem nenhuma alça, que não possibilitava de maneira alguma seu uso. Agora estamos fazendo as ruas e as alças. É um grande projeto de engenharia que felizmente está acontecendo. Vai ser o portão do Tatuquara e as obras ficarão prontas ainda neste ano”, disse Greca. “Está perto o fim do viaduto sem alças da Vila Pompéia. Vem aí moderno acesso para o Tatuquara, Campo do Santana, Caximba, Araucária e Fazenda Rio Grande”, completou.

A região está passando por uma profunda transformação. Ruas estão recebendo obras de drenagem e preparação para pavimentação. Redes de água e esgoto foram modernizadas e implantadas em outros locais. Postes e cabos de energia elétricas também serão realocados. Partindo da Rua Francisco Xavier de Oliveira, os serviços se estendem ao longo de 1.300 metros de ruas da região.

Moradora da Rua Francisco Xavier de Oliveira há 44 anos, a dona de casa Nilce Oliboni não vê a hora de a obra ficar pronta. "Esperamos por tantos anos, enfrentamos agora alguns transtornos, mas vai ficar melhor. Nosso bairro e nossa rua ficarão mais bonitos e melhores para se viver", disse dona Nilce com a bisneta Izabela no colo. 

Rua é alargada

A Rua Francisco Xavier de Oliveira, que está sendo alargada e ficará com nove metros de largura, com duas pistas para o tráfego e mais uma para o estacionamento, irá compor o binário da Vila Pompéia. Também será asfaltada e sinalizada, terá calçadas novas, melhorias na iluminação e paisagismo.

A via será a saída do Tatuquara para a Linha Verde. A entrada será pela Rua João Batista Bettega Junior. Entre as duas ruas, outros binários acessórios funcionarão como complemento às alças do viaduto.

Além da Francisco Xavier de Oliveira, estão sendo feitas obras em trechos das ruas José Zanoncini e Francisca Ferreira da Luz, no entorno do Colégio Estadual Beatriz Faria Ansay, na ligação da Francisco Xavier de Oliveira com a BR-116, no sentido sul, e na alça de acesso que permitirá o retorno da Francisco Xavier de Oliveira para a Rua Francisco Warcheski, em direção ao bairro.

Acompanharam a vistoria o vice-prefeito Eduardo Pimentel, o administrador regional Jadir Silva e o prefeito de Fazenda Rio Grande, Marcio Wozniack.