Registrar
Acesso à informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Acidentes de trabalho

Servidores discutem ética e respeito às regras de trânsito na Sipat 2018

06/11/2018 16:30:00

Acidentes de Trajeto, Segurança do Trânsito, Perfil dos Acidentes de Trajeto e o Cenário Destes Acidentes na Prefeitura de Curitiba foram os temas da primeira mesa redonda da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho, a Sipat 2018, na manhã desta terça-feira (6/11), no Salão de Atos do Parque Barigui. A Sipat vai até quinta-feira (8/11) e os servidores que tiverem interesse podem fazer a inscrição pelo http://aprendere.curitiba.pr.gov.br/cursos/buscar

"Precisamos acordar para a importância da segurança do trânsito. Nós, Prefeitura de Curitiba, como empresa, temos que ter atenção a isto. E não é possível falar de trânsito sem falar de ética, de respeito às regras que valem para todos. O importante é fazer a coisa certa", disse Sérgio de Souza, especialista em trânsito e integrante da Escola Pública de Trânsito da Prefeitura, aos servidores que participaram do primeiro dos seis módulos da Sipat.

Ele enfatizou que, mesmo sendo um assunto que todos conhecem de alguma forma, é preciso falar sobre ele sempre. "O trânsito mata. Temos que fazer alguma coisa para que nós não sejamos vítimas desse trânsito violento. Por isso, temos que falar sobre este assunto aqui, com os colegas, com os nossos filhos", declarou.

É possível

O tema da Sipat deste ano é Saúde e Segurança, é Possível?. "Nós, da Secretaria de Recursos Humanos, acreditamos que sim", disse a superintendente Luciana Varassin, que participou da abertura do evento. "Este é o momento de cuidarmos de quem cuida, os nossos servidores, que zelam pela nossa Curitiba", completou.

Ao lado de representantes dos órgãos e de secretarias envolvidos na preparação da Sipat, a diretora do Departamento de Saúde Ocupacional da Secretaria de Recursos Humanos, Maria de Lourdes D'Avila, ressaltou a importância da união entre as várias áreas para a realização da semana. O evento atende a uma determinação legal do Ministério do Trabalho, válida em todo o país, e que complementa as iniciativas desenvolvidas ao longo do ano pelo Departamento de Saúde Ocupacional.

Entre os organizadores da Sipat estavam representados a Câmara Municipal de Curitiba, a Fundação de Ação Social (FAS), a Fundação Cultural de Curitiba (FCC), o Instituto Curitiba de Saúde (ICS), o Instituto Municipal de Administração Pública (Imap), a Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude. Também participaram da comissão organizadora o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e a Secretaria do Abastecimento.

Na primeira etapa da Sipat, nesta terça-feira (6/11), houve apresentação da tradicional Banda Lyra Curitibana. Formada por instrumentistas de sopro e de percussão, o grupo tocou algumas canções populares para os participantes. Todos os módulos da Sipat têm uma atração cultural.

Assédio em pauta

Um dos assuntos mais aguardados será o debate sobre assédio moral no trabalho, com abordagem a respeito da responsabilidade civil, em casos de assédio, na manhã de quarta-feira (7/11). Segundo Maria de Lourdes, o tema já é tratado pela Saúde Ocupacional há mais de 10 anos. "Queremos falar deste assunto, orientar e cuidar antes que o conflito se transforme em assédio", diz ela.

"Em 2019 queremos dar continuidade a este debate com eventos de informação, conscientização e discussão entre os servidores com enfoque no combate ao assédio moral no ambiente de trabalho", completa a superintendente da Secretaria de Recursos Humanos, Luciana Varassin.

Os outros temas da Sipat 2018 serão a prevenção de acidentes, com a análise histórica dos acidentes de trabalho com fluidos biológicos entre brasileiros entre 2007 e 2014 e prevenção aos acidentes domésticos; dependência química e a relação com o trabalho; saúde mental no trabalho e as doenças mentais associadas ao trabalho; responsabilidade socioambiental, abordando a gestão de resíduos sólidos no cotidiano e ainda o plástico e seus efeitos à saúde; comunicação, voz e qualidade de vida; perda auditiva induzida por ruído no trabalho.

 

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484