Registrar
Acesso à informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Infecções sexualmente transmissíveis

Saúde inaugura clínica de IST com laboratório de biologia molecular

12/09/2018 17:08:00

Nesta quarta-feira (12/9), a Secretaria Municipal da Saúde inaugurou a clínica de infecções sexualmente transmissíveis (IST) do Centro de Orientação e Aconselhamento (COA), na Rua do Rosário, 144, bairro São Francisco.

Com equipamentos modernos e um novo laboratório de biologia molecular, o COA amplia os serviços e passa a realizar diagnóstico clínico, teste laboratorial com resultado em até duas horas e tratamento de clamídia, gonorreia e HPV. Além destas infecções, o COA continua a fazer tratamento e teste rápido para HIV, hepatite B, hepatite C e sífilis.

A clínica traz ainda, aos usuários com diagnóstico feito pelo COA, o serviço de cauterização de verrugas genitais causadas por HPV. Além disso, foi realizada a ampliação da sala de vacinas.

A clínica de IST conta com a parceria do Ministério da Saúde, Fiocruz e Centro de Controle de Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês). O horário de atendimento é de 7h às 18h, de segunda à sexta-feira.

Laboratório

A clínica de IST conta com equipamentos de última geração, com metodologia rápida, em um laboratório de biologia molecular. Isto vai permitir o exame e diagnóstico de clamídia, gonorreia, HPV, teste de carga viral do HIV e a quantificação de CD4 nos pacientes com diagnóstico de HIV com resultado em até duas horas.

“Curitiba sempre inovou na área da assistência, especialmente na prevenção das IST e na abordagem do diagnóstico precoce. Agora, estamos incorporando a biologia molecular, o que vai permitir que o usuário já saia do COA com o acompanhamento e tratamento para as infecções", explica a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak. "Isso é uma inovação reconhecida pelo Ministério e pela Fiocruz. Curitiba está à frente das demais cidades por esse trabalho de longa data, com mais de 20 anos de história”, afirma.

Vacina, medicamentos e cauterização

A sala de vacinas do COA foi ampliada. No local, os pacientes HIV positivo poderão fazer as imunuzações necessárias, de acordo com o calendário nacional de vacinação e a prescrição médica.

Estarão disponíveis as seguintes vacinas: dupla adulto, influenza, HPV, VTV, varicela, hepatite A e febre amarela. A todos os usuários do serviço será oferecido, de acordo com a situação vacinal, a imunização contra hepatite B.

Além disso, a área de dispensação de medicamentos foi reformada, com divisórias, para garantir mais privacidade ao paciente no momento em que for retirar os remédios.

Com a reforma, o COA também pretende aumentar a oferta de Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) ao HIV para homens que fazem sexo com homens, gays, transexuais e casais sorodiscordantes. O centro continua a oferecer profilaxia pós-exposição ao HIV (PEP) para todos que tiveram alguma situação de risco de infecção. 

Participaram da inauguração Tereza Kindra, supervisora do distrito sanitário da Matriz; Alcides Oliveira, diretor do Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde; Liza Rosso, coordenadora da Vigilância Epidemiológica da secretaria; Juliane Cardoso Villela Santos, coordenadora do COA; Ana Carolina Santelli, vice-diretora para Ciência e Epidemiologia do CDC/Brasil; e Marly Cruz, pesquisadora em saúde pública da Fiocruz.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484