Registrar
Acesso à Informação
Pesquisar
Sex, 18/04/14
Tempo Hoje
maxima minima
24º
16º
Prefeitura Municipal de Curitiba

Meio Ambiente

Saiba como é feita a coleta de lixo tóxico

26/11/2012 08:00:00
  • Compartilhe

De segunda-feira a sábado, das 7h30 às 15 horas, os caminhões de coleta de lixo tóxico ficam estacionados nos terminais de ônibus da cidade para receber pilhas, baterias, toners, embalagens de inseticida, tintas, colas, solventes, remédios vencidos, óleo de cozinha e lâmpadas fluorescentes, em quantidades domésticas.

O material deve ser separado pela população e entregue nos caminhões, que são devidamente identificados. Eles ficam cada dia da semana em um terminal de ônibus da cidade, seguindo o calendário abaixo, que também pode ser consultado na página da Prefeitura de Curitiba (www.curitiba.pr.gov.br) ou pelo telefone 156.

>> Clique aqui para ver o calendário da coleta de lixo toxico

O material deve ser armazenado em casa, separado do restante do lixo para evitar riscos à saúde e ao meio ambiente.

Óleo de cozinha usado também pode ser entregue aos caminhões, desde que esteja armazenado num recipiente transparente, de preferência garrafa Pet.

O óleo coletado é encaminhado para reciclagem e volta à cadeia produtiva em forma de material de limpeza, lubrificante de máquinas e outros derivados.

A coleta do lixo tóxico é feita de segunda-feira a sábado, nas proximidades de um dos terminais de transporte de ônibus, das 7h30 às 15h.

Nos caminhões de coleta da Secretaria Municipal do Meio Ambiente estacionados perto dos 24 terminais administrados pela Urbs – Urbanização de Curitiba S/A, em dias pré-definidos,  a entrega de lâmpadas fluorescentes é de até dez unidades por pessoa, enquanto os óleos de origem animal e vegetal devem ser embalados em garrafas plásticas com capacidade para dois litros cada. 

A recomendação é de que as embalagens de inseticidas e pesticidas sejam entregues lavadas e furadas, evitando o acúmulo de água e a propagação da dengue.  

  • Compartilhe