Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Mobilidade

Prefeitura entrega a ministro das Cidades três projetos que totalizam R$ 960 milhões

16/01/2015 12:48:00
Rádio Prefeitura
Radio Prefeitura
Prefeitura entrega a ministro três projetos que totalizam R$ 960 milhões

Em sua primeira vinda a Curitiba desde que assumiu o Ministério das Cidades, Gilberto Kassab recebeu das mãos do prefeito Gustavo Fruet três planos estratégicos que reúnem projetos que totalizam mais de R$ 960 milhões.

Tratam-se do Plano de Calçadas, que necessita de R$ 69.147.788,72; do Plano Cicloviário, que soma R$ 105.169.865,58; e do recém-elaborado Plano de Gestão da Malha Viária de Curitiba, que totaliza R$ 787.549.169,16 em investimentos.

Os projetos foram elaborados pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e contaram com a parceria de diversos outros órgãos públicos municipais. Juntos, resultam num montante de R$ 961.866.823,46. “Esses três planos são fruto de muito trabalho e pesquisa das diversas equipes técnicas do Instituto, com a colaboração de toda Prefeitura, de maneira geral. Eles refletem os anseios de nossa comunidade, explicitados por meio de consultas e audiências públicas e outras formas de comunicação da sociedade com o Município”, explicou o presidente do Ippuc, Sérgio Pires.

Os projetos propõem iniciativas que melhoram a mobilidade em Curitiba: requalificação e implantação de calçadas e passeios, requalificação e implantação de malha viária e novas estruturas cicloviárias que visam não somente viabilizar o transporte diário de bicicleta como, também, a integração do novo modal aos demais.

Plano Cicloviário de Curitiba (Plan Ciclo)

Lançado em setembro de 2013, o Plano Cicloviário de Curitiba prevê a implantação de 300 quilômetros de vias cicláveis em Curitiba até o final de 2016, consolidando a bicicleta como modal de transporte de forma integrada aos demais. Nos primeiros dois anos de gestão, foram implantados 67 quilômetros de novas vias cicláveis, o que corresponde a mais da metade da antiga malha cicloviária existente, de 127 quilômetros, que havia sido implantada ao longo dos últimos 40 anos.

No projeto entregue ao ministro Kassab estão contemplados mais 184,74 quilômetros de novas vias cicláveis e 34,30 quilômetros de vias cicláveis a serem requalificadas, totalizando 219,04 quilômetros. O projeto também prevê a implantação de 1.920 vagas protegidas para o estacionamento de bicicletas em terminais de ônibus (bicicletários), 400 vagas protegidas para o estacionamento de bicicletas em parques (bicicletários) e 3.200 vagas em paraciclos a serem instalados em diversos pontos da cidade.

Plano Estratégico de Calçadas (Plan Cal)

O Plano Estratégico de Calçadas foi elaborado a partir de uma demanda da comunidade. As dificuldades enfrentadas pelos cidadãos ao transitar nos passeios da cidade – sejam eles adultos, crianças ou pessoas com alguma dificuldade de locomoção – levou o Ippuc a realizar uma série de estudos e levantamentos da malha existente, seus diferentes tipos de calçamento e suas condições atuais.

As pesquisas apontaram que, de um total aproximado de 4.500 quilômetros de vias existentes em Curitiba, apenas um terço possui algum tipo de calçamento. Além disso, o corpo técnico da Prefeitura Municipal de Curitiba também identificou uma estreita relação entre as condições dos passeios e a segurança pública. Em função disso, o Plan Cal prevê a implantação dos Caminhos de Luz – calçadas seguras e bem iluminadas no entorno de escolas públicas, locais onde há um grande fluxo diário de pessoas. Deverão ser implantados 30.575 metros de novos passeios no entorno desses equipamentos públicos.

Nessa primeira fase o Plan Cal também prevê a instalação de novos calçadões na cidade, sendo um em cada uma das nove Regionais existentes e outro no Tatuquara, que irá abrigar a décima regional de Curitiba. Para os calçadões está prevista a implantação de 3.446 metros de novos passeios. Com isso, a Prefeitura Municipal de Curitiba investe em novas centralidades, estimulando o encontro e humanizando espaços públicos distantes do centro da cidade.

Plano de Gestão da Malha Viária

De acordo com o Plano Diretor de Curitiba, o crescimento e o desenvolvimento do município estão amparados sobre o tripé formado pelo uso do solo, transporte coletivo e sistema viário. O Plano de Gestão da Malha Viária de Curitiba foi elaborado a partir da percepção do crescimento e da expansão do município em direção à região metropolitana nos últimos 50 anos.

Para que o tripé se mantenha operacional e cumpra sua função, é fundamental a conservação, recuperação e ampliação da malha viária da cidade. Para tanto, o Ippuc elaborou projetos com a colaboração de outros órgãos municipais para determinar os locais que deverão sofrer intervenções e de que maneira isso deve ser realizado. As ações emergenciais irão contemplar 293.745 metros de extensão em obras a serem realizadas nas nove regionais da cidade. Entre as diversas iniciativas estão previstos fresagem e recape, pavimentação alternativa, pavimentação rígida e implantação de calçamento, entre outros.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484