Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Parceria

Prefeitura e Copel alinham projetos de interesse da cidade

18/05/2017 15:26:00

A Prefeitura de Curitiba e a Copel alinharam projetos comuns de interesse da cidade em reunião de planejamento realizada no gabinete do prefeito no Ippuc, nesta quinta-feira (18/5). Entre as ações conjuntas estão a realocação de parte da rede de transmissão para o término das obras da trincheira da Ceasa; a inclusão de projetos de aquecimento de piscinas municipais no Programa de Eficiência Energética da Copel; e as obras de implantação da nova linha de transmissão enterrada sob a Avenida das Torres com a integração das subestações de energia do Uberaba e Capanema.

O prefeito Rafael Greca disse que a reunião foi proveitosa para economizar tempo e dinheiro para o bem da cidade. “Definimos traçados de linhas, uma nova subestação elétrica que vai multiplicar o aporte de energia para a nossa cidade, a potencialização do Vale do Pinhão como ponto de novas tecnologias, a retomada de obras importantes e um estudo do projeto do Natal Solar de Curitiba”, explicou.

Outro ponto que será tratado em conjunto é a equalização de dívidas do município com a Copel, deixadas pela administração anterior. “Minha orientação é que tudo esteja em dia e que as dívidas do passado sejam negociadas”, disse o prefeito.

Para o gerente assistente da presidência da Copel, Marcelo Sanchotene, a reunião com o prefeito abriu espaço para ações de interesse mútuo. “Foi uma oportunidade importante, porque tanto a Prefeitura como a Copel dependem mutuamente de várias questões na área urbana. Quando se estabelece um canal de diálogo como este facilita muito para a solução de problemas comuns”, disse.

Nova Linha de Transmissão

As obras que prevêem a ligação subterrânea de parte das linhas e energia da Avenida das Torres também foram tratadas na reunião. Segundo o superintendente de Engenharia e Obras de Geração e Transmissão da Copel, Nilberto Lange Jr., as obras da empresa na Avenida das Torres são para a implantação de uma nova linha de transmissão. “Será mais moderna e mais potente com tensão maior.”

Serão oito quilômetros de linhas subterrâneas, ligando as subestações do Uberaba e do Capanema, esta última localizada na região do Vale do Pinhão. A tensão será aumentada dos atuais 69 mil volts para 230 mil volts. “A cidade passará a ter uma fonte de energia moderna e a estação do Capanema será chamada Curitiba Centro”, explicou Lange Jr.
O prefeito e o presidente do Ippuc apresentaram o projeto do Vale do Pinhão à equipe da Copel e os técnicos da empresa disseram que a disposição é a de adequar o melhor possível as obras para atender às demandas da região. “Estrategicamente a região do Vale do Pinhão é a mais capacitada de Curitiba para se promover uma transformação”, disse o presidente do Ippuc, Reginaldo Reinert.

Greca disse que é importante o cuidado com as obras realizadas na cidade e sugeriu um projeto de integração da nova subestação à paisagem urbana com o estudo da implantação de painéis artísticos em cerâmica nas paredes externas do equipamento.
“Na área do Vale do Pinhão queremos fazer uma grande operação urbana que transforme e dê vida àquele lugar”, disse o prefeito.

Trincheira da Ceasa

Para que a Prefeitura cumpra o cronograma de obras em andamento, Greca destacou a necessidade da realocação das linhas de energia que ficam na passagem da trincheira da Ceasa sob a BR-116. “É uma obra de interesse público. Boa para a cidade, por causa da ligação do Umbará à Cidade Industrial, e também para o Governo do Estado pela melhoria dos acessos à Central de Abastecimento.”

Ficou acertado que parte da rede de média tensão será transferida pela empresa que está tocando a obra da trincheira e a alta-tensão pela Copel. Será feito um convênio entre as partes para a continuidade das obras. “Obra é uma bênção nesse cenário de crise pela qual passa o País. Emprega gente, gera divisas e faz a economia funcionar. A cidade precisa de obras”, disse o prefeito.

Piscinas aquecidas

O Complexo Esportivo Dirceu Graeser, na Praça Oswaldo Cruz, está sendo estudado como projeto-piloto da Copel, como parte do Programa de Eficiência Energética da empresa. A ideia é usar o calor produzido pelo shopping localizado em frente à praça para aquecer a piscina do equipamento público. Os técnicos da Companhia de Energia disseram que já há negociações com a administração do shopping center e o projeto está em fase de elaboração e análise de custos.
O aproveitamento energético é uma determinação do prefeito para os novos equipamentos. “Para a Oswaldo Cruz já está sendo estudado o projeto de troca de calor. Para os Clubes da Gente do Bairro Alto e Jardim Pinheiros devemos estudar uma planta solar. E para a piscina da Ouvidor Pardinho vamos analisar a possibilidade de aquecimento a partir de um projeto com a Compagas”, observou Greca.
Ainda como parte de uma parceria dentro do Programa de Eficiência Energética da Copel, o prefeito sugeriu a inclusão de um projeto para o Natal. “Podemos celebrar mostrando a nova energia à população por um projeto de Natal Solar, com instalações iluminadas a partir de fontes energéticas alternativas. Será a Luz dos Pinhais”, disse Greca.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484