Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Plano Diretor

População do Boa Vista quer preservar meio ambiente na região

05/06/2014 15:37:00

Preocupações com o meio ambiente foram levantadas pela população da regional Boa Vista, durante audiência pública realizada na noite desta quarta-feira (04), na Rua da Cidadania.

Gestores municipais e moradores da Regional Boa Vista, uma das mais populosas da cidade, puderam contribuir com sugestões para definir a função social da cidade. “O Plano Diretor é um pacto sociopolítico da sociedade em direção a uma cidade mais humana, participativa, inovadora, inclusiva, funcional, sustentável e que ofereça qualidade de vida para a população”, explicou o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) Sérgio Póvoa Pires.

A Regional Boa Vista é a que mais possui parques municipais. Abriga o parque da Barreirinha, São Lourenço, General Iberê de Mattos (Bacacheri), Tingui, Tanguá e Atuba, totalizando mais de 1,4 milhão de metros quadrados de área verde. “Temos que promover a conservação, proteção, recuperação e o uso racional do meio ambiente, em seus aspectos natural e cultural, visando a preservação ambiental e a sustentabilidade da cidade, para a atual e futuras gerações”, explicou Pires.

Sérgio Pires disse que uma cidade inteligente é a que cria espaços para o encontro do homem. “O ser humano é a medida de todas as coisas, por isso estamos dialogando para fazer uma cidade mais humanizada, inovadora e participativa.

Para Celeste Manoel da Luz, presidente da Associação de Moradores e Amigos da Vila Diana, localizada na divisa do Abranches com a Barreirinha, muita coisa ainda precisa ser feita, principalmente nas comunidades carentes mais afastadas dos grandes centros urbanos e de comércio. “O Rio Belém está precisando ser revitalizado e a população conscientizada da importância de evitar jogar lixo e restos de construção no leito do rio”, disse.

Elisabete Lobo, moradora do Boa Vista, diz que a região é muito bem servida de parques e praças. “Opção de lazer é o que não falta”, disse.

Oficinas nas regionais

Durante a realização das oficinas, realizadas durante os meses de março e abril, precursora das audiências públicas, foram identificadas as percepções da comunidade sobre a cidade e o que desejam.

O diagnóstico do Boa Vista, na área ambiental detectou que há espaços degradados que precisam ser recuperados; pouca permeabilidade do solo; remanescentes vegetais sofrendo ocupação irregular; rios poluídos;  falta de saneamento, descarte de lixo em rios e córregos; drenagem insuficiente e abandono de animais domésticos.

Os próximos encontros serão nas regionais Santa Felicidade (5/6, Rua da Cidadania), Fazendinha (9/6 Rua da Cidadania), sempre 18h30.

As contribuições da população para o Plano Diretor de Curitiba podem ser feitas pelo site www.curitiba.pr.gov.br/planodiretor

 

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484