Registrar
Acesso à informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Macrodrenagem

Obras de contenção de cheias na Bacia do Barigui reduzirão alagamentos

28/05/2018 16:00:00
principal
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura

O Departamento de Pontes e Drenagem da Secretaria de Obras Públicas já fez o alargamento de 70% do trecho de 22 quilômetros do Rio Barigui que está em obras. "Esta é a maior obra de drenagem que temos em andamento. Já fizemos cerca de 15 quilômetros. Havia muitos anos que Curitiba não investia desta forma em macrodrenagem", afirmou o diretor do departamento, Augusto Meyer Neto.

A obra inclui o perfilamento do canal (alargamento das margens), alinhamento do fundo, a limpeza das margens e, em alguns pontos, a construção de muros de gabião, que são gaiolas de ferro preenchidas com pedras, para conter as margens, evitar erosão e garantir estabilidade do solo (barranco do rio).

A macrodrenagem consiste em complexas obras para o escoamento de grande volume de água dos rios e da chuva. As obras na Bacia do Barigui estão sendo feitas com recursos do Ministério das Cidades (PAC 2). Só este conjunto de obras tem um custo de R$ 14,3 milhões. Elas fazem parte do Plano Diretor de Drenagem de Curitiba.

Benefício para seis bairros

O engenheiro Gilmar Roloff, responsável pela fiscalização dos trabalhos explica que as obras já foram feitas desde a região da Rua Dionira Moletta Klemtz (na divisa entre os bairros Santa Quitéria e Fazendinha) e chegou até a foz do rio, no extremo sul de Curitiba.

Quando estiverem concluídas, as obras beneficiarão moradores que vivem nos bairros Caximba, Campo de Santana, Tatuquara, CIC, Fazendinha e Campo Comprido.

"No início dos trabalhos chegamos a ter 12 escavadeiras hidráulicas trabalhando simultaneamente. O perfilamento do canal e o alinhamento do fundo do rio aumentam a vazão de água e ajudam a evitar alagamentos e enchentes nas áreas dos córregos e rios que desembocam no rio principal, neste caso, no Barigui", afirma Roloff. Ele lembra ainda que o Barigui, se encontra com o Iguaçu na região sul da cidade.

"Quando chove forte e o leito do rio não permite a vazão da água, ela fica represada e pode causar alagamentos na área de cheia desses leitos", explica o engenheiro.

Trabalho concluído

Acabam de ser concluídos os trabalhos na divisa entre Curitiba (Caximba) e Araucária (Campina da Barra), região metropolitana. Já foram feitos os serviços nos bairros Fazendinha e Cidade Industrial. A próxima etapa será no Tatuquara (região do Rio Bonito) e mais um trecho da Cidade Industrial.

Obra retomada

Esta obra foi reiniciada pela gestão do prefeito Rafael Greca em maio de 2017. Ela havia sido interrompida por problemas contratuais e ambientais em junho de 2014. A previsão de conclusão é até o fim de 2018.

Moradora na divisa entre Curitiba e Araucária, Renata Leal Santos, trabalha com roçada e vive na região há 30 anos. "Antes eu e minha família ficávamos ilhados quando chovia e alagava. Na última chuva, já deu pra ver que com essas obras melhorou muito. Vamos ver como será da próxima vez que chover", afirma.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484