Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Cidades inteligentes

Na abertura do Smart City, Fruet fala sobre soluções urbanas criativas e sustentáveis

28/03/2016 22:20:00
Rádio Prefeitura
Radio Prefeitura
No Smart City, Fruet fala sobre soluções urbanas criativas e sustentáveis

O momento atual do País exige não só uma atenção especial para as graves dificuldades conjunturais, mas também para os problemas estruturais que impactam diretamente os municípios e suas populações. E a solução para dificuldades de gestão como estas passa pela necessidade de repactuação dos recursos financeiros. Foi com esse convite à reflexão que o prefeito Gustavo Fruet deu as boas-vindas aos participantes da quarta edição do Smart City Business América Congress & Expo, na noite desta segunda-feira (28), no Expo Unimed, em Curitiba. 

“As pressões populacionais são crescentes. Em nossa cidade registramos um aumento de 30% nas demandas por serviços sociais, de saúde e educação. Recebemos perto de 15 mil imigrantes de diversas nacionalidades e populações de centenas de outros municípios que buscam aqui atendimentos em diversas áreas”, disse. Segundo Fruet, além da necessidade de repactuação dos recursos, as soluções para estes desafios incluem discussões sobre alternativas de planejamento e urbanização como os que serão apresentados no Smart City Business, considerado o maior evento da América Latina para a promoção de soluções urbanas sustentáveis.

“Este evento representa um momento especial para trocas de experiências, busca de convergências, de alternativas e de soluções econômicas que possam ser absorvidas pelas cidades”, observou. Para o prefeito, o futuro das cidades está ligado às estratégias de inovação, criatividade e sustentabilidade e o evento é a oportunidade para troca de informações com especialistas das diferentes áreas e o fortalecimento das parcerias público-privadas na busca de soluções para o crescimento urbano.

Para Fruet, Curitiba sedia pela segunda vez o evento pelo reconhecimento às inúmeras ações tanto do poder público como da iniciativa privada que transformaram a cidade numa referência. Entre outras iniciativas, destacou a recente parceria firmada com a Suécia para realização de pesquisas sobre a emissão de material particulado no ar e avaliação de seus impactos nos níveis de poluição de ar na capital e região metropolitana.

Nos últimos anos, Curitiba recebeu mais de 20 prêmios em reconhecimento às suas iniciativas, entre os quais os da agência classificadora Austin Rating e a revista IstoÉ, que concederam à capital os prêmios de Melhor Cidade do Brasil, Melhor Cidade de Grande Porte e Melhor Cidade no quesito Mercado de Trabalho. A premiação ocorreu em setembro de 2015, após estudo que avaliou 212 indicadores relacionados às áreas social, econômica, fiscal e digital, com foco na igualdade das oportunidades entre os habitantes das cidades. Foram avaliados 5.565 municípios brasileiros. 

O prefeito destacou ainda o Prince Michael International Awards (PMIRSA), o mais importante prêmio em segurança viária no mundo, conferido à Prefeitura de Curitiba pelo projeto do semáforo para pessoas com mobilidade reduzida, implantado em 2015 na cidade. O prêmio foi entregue pela Federação Internacional de Automobilismo (Fia) durante a 2.ª Conferência Global de Alto Nível em Segurança Viária, que reúne representantes de 120 países. Curitiba teve um dos quatro projetos premiados e o único brasileiro.

“Nossas ações em segurança viária envolvem ainda medidas como a adoção das chamadas áreas calmas, que reduzem a velocidade dos veículos para 40km/h. Com esta medida, reduzimos em 70% o número de acidentes fatais em nossa cidade”, disse. Em outras ações de caráter inovador, citou a Nossa Feira, que vende pelo menos 30 produtos hortigranjeiros ao preço único de R$ 1,99 o quilo, e que é fruto de uma parceria com cerca de 10 mil produtores rurais.

“Curitiba é um exemplo a ser seguido por suas ações voltadas à qualidade de vida da sua população. São iniciativas de longa data e muitas delas hoje são referência em todo o mundo”, destacou Elkin Velasquez, diretor para América Latina e Caribe da ONU-Habitat. Juntamente com Hugo Flores Timorán, representante do BID no Brasil e de Sir David King, chairman do Board da Future Cities Catapult, participaram das palestras de abertura, acompanhados do prefeito e também do presidente do Smart City Business America, Leopoldo de Albuquerque.

“Curitiba é uma cidade que tem naturalmente uma vocação para o planejamento urbano. Por isso, encontramos aqui um campo fértil para disseminar as ideias de cidades inteligentes”, destacou Albuquerque. Segundo ele, está em marcha uma forte transformação das cidades em todo o mundo, tendo em vista a existência de uma demanda muito forte por melhores serviços públicos, como transporte, energia, educação, saúde e tecnologia.

“Estas exigências das sociedades impõem mudanças radicais na estrutura das cidades. Hoje contamos com recursos tecnológicos inimagináveis há 20 ou 30 anos atrás e que, se bem utilizadas, podem transformar para melhor a qualidade de vida das pessoas. As cidades que não perceberem estas mudanças, ficarão para trás”, observou. 

Programação

O Smart City reúne palestras e debates sobre a sustentabilidade urbana até a próxima quarta-feira (30). A expectativa dos organizadores é de que o evento seja visitado por mais de 3 mil pessoas. Cerca de 80 prefeitos brasileiros e estrangeiros e centenas de gestores públicos e CEOs de empresas relacionadas a soluções e tecnologias para as cidades participam da quarta edição do evento, que tem o apoio institucional da Prefeitura de Curitiba.

Entre outras personalidades, o evento conta com a presença de Claudio Acioly, chefe da Unidade de Capacitação e Desenvolvimento da ONU-Habitat, George W. McCarthy, presidente do Lincoln Institute of Land Policy e Jorge Castro Muñoz, prefeito de Valparaiso, no Chile. O evento contatambém com uma exposição de empresas que trabalham com projetos inovadores e tecnologias avançadas, compartilhando conhecimentos em uma área de 4,5 mil metros quadrados.

Entre os temas relacionados às cidades inteligentes estão Mobilidade Urbana e Construção; Resiliência e Segurança Urbana; Planejamento Urbano e Construção; Saúde e Educação, Tecnologia e Inovação; Energia; Governança e Economia; Cidades Colaborativas e Sustentáveis e Sociedades Inteligentes.

Também estarão programados eventos paralelos, como a agenda ONU-Habitat e Lincoln Institute of Land Policy, que debaterá temas ligados ao financiamento urbano, parceria público-privada e outros modelos associativos que buscam a melhoria da qualidade dos serviços públicos e da infraestrutura urbana. Paralelamente, ocorrerão fóruns de arquitetura urbana, inovação e startups, além de eventos de relacionamento como café da manhã de negócios, coquetel e almoço de prefeitos.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484