Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Plano Diretor

Mais de 1250 pessoas já participaram da segunda rodada de audiências públicas

20/11/2014 17:27:00

Nas sete audiências públicas da segunda rodada de debates sobre a revisão do Plano Diretor, estima-se que mais de 1250 pessoas participaram das discussões. E ainda restam duas audiências, nas regionais Bairro Novo e Portão, que serão realizadas nessa quinta (20) e sexta (21), respectivamente.

A grande maioria dos presentes demonstrou interesse pelo informativo distribuído pelo Ippuc durante as reuniões: 911 exemplares foram entregues à comunidade. Muitos assistem às palestras com o acompanhamento do material em papel. É o caso da líder comunitária Nilza de Jesus Oliveira Simei que participou da audiência pública da Regional Boa Vista realizada na noite dessa quarta-feira (19).“A iniciativa é muito inteligente, assim como a forma de conduzir a audiência. As palestras e o informativo abrangem todos os aspectos da cidade e as possibilidades de melhoria”, avalia.

Nilza é presidente da Associação das Mulheres do Bairro Alto e opina sobre o que considera as maiores necessidades das moradoras da região. “As mulheres precisam de capacitação para almejar progresso financeiro. E também necessitam ter suas moradias regularizadas. Isso vai trazer segurança e um futuro melhor”, afirma a líder comunitária.

O presidente da Assolar – Associação dos Moradores do Bacacheri e São João do Tingüi, Luiz Tadeu Seidel Bernardina, também compareceu ao evento realizado na Regional Boa Vista, que teve a presença de pouco mais de 110 pessoas. “As audiências públicas representam uma evolução de nossa sociedade. Esse é o caminho para a construção da Curitiba de amanhã. Mas lamento que, na noite de hoje, a presença da comunidade poderia ter sido maior. Afinal, essa é uma grande oportunidade, mas nem todos entendem dessa maneira. E até a participação ativa e democrática precisa ser aprendida, leva tempo”, analisa o líder comunitário.

Seguindo o mesmo raciocínio, o presidente da Cohab, Ubiraci Rodrigues, disse que “as audiências públicas são uma chance de discutir a cidade e encontrar soluções junto com o poder público. Todos nós aprendemos muito e Curitiba sai ganhando. Por vezes, algumas demandas não podem ser atendidas por esbarrar na legislação, ou por falta de recursos imediatos. Mas, conversando, chegamos ao entendimento”.

Além de conhecer as ideias e propostas para a revisão do Plano Diretor, os participantes do evento na Regional Boa Vista também puderam usar a palavra para apresentar ideias e reivindicações. Entre os principais pedidos estão melhorias nas calçadas, regularização fundiária, banheiros para turistas, maior regularidade na frequência das linhas de ônibus, recapeamento de vias que não prejudique o asfalto definitivo e a necessidade de enterrar a fiação aparente.

“É muito interessante constatar que a comunidade também se preocupa com questões como essa da fiação ser aparente ou subterrânea. É preciso pensar não apenas na Curitiba que enxergamos, mas também na parte da cidade que está enterrada. O que nós queremos fazer com o nosso subsolo também é assunto para a revisão do Plano Diretor”, afirma o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Sérgio Póvoa Pires, que coordenou a audiência ao lado do administrador da Regional Boa Vista, José Ribeiro.

Confira os dias e locais das próximas audiências públicas:

BAIRRO NOVO - 20/11/2014 (quinta-feira)

Escola Municipal Professora Rejane Silveira Sachette (Rua Nova Aurora, 717, próximo à Rua da Cidadania – Sítio Cercado).

PORTÃO - 21/11/2014 (sexta-feira)

Auditório III - Rua da Cidadania da Fazendinha (Rua Carlos Klemtz, 1700, ao lado do Terminal – Fazendinha).

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484