Registrar
Acesso à informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Dignidade

Famílias que moram em área de risco no Caximba serão remanejadas

30/11/2018 09:45:00

Vinte famílias que se estabeleceram às margens do Rio Barigui na Vila 29 de Outubro – ocupação irregular em Área de Proteção Ambiental no bairro Caximba -, na Regional Tatuquara, serão remanejadas para uma área mais estruturada da região. A mudança se tornou possível graças a uma parceria entre Prefeitura de Curitiba, a Companhia de Habitação de Curitiba (Cohab) e o TETO, uma organização não governamental que atua junto a comunidades carentes de 19 países da América Latina.

A construção das casas provisórias não terá custos para as famílias e acontecerá entre os dias 7 e 9 de dezembro. A Cohab e a Associação de Moradores da Vila 29 de Outubro definiram a área onde as novas casas serão construídas. “Caberá às equipes da Prefeitura oferecer todo o apoio para o projeto, como limpeza e preparação da área, caminhões para transporte das mudanças das famílias e equipe de trabalhadores”, explicou o prefeito Rafael Greca.

A parceria com o TETO envolveu também o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA) e a Regional Tatuquara.

250 voluntários

O TETO vai mobilizar cerca de 250 voluntários para a construção de 18 unidades de moradia. Duas casas serão erguidas pelos próprios moradores. De acordo com Lucas Izael Kogut, gestor do TETO Brasil, as casas medem de 15 a 18 metros quadrados e são erguidas no sistema modular, empregando painéis de madeira. Kogut frisa que o modelo de construção é sustentável, já que a fundação é feita com estacas de eucalipto.

O processo também conta com a participação dos moradores. “A definição das famílias mais necessitadas foi feita em conjunto com a associação de moradores”, explicou o gestor da ONG. Para realizar o trabalho, os jovens do TETO vão ficar alojados na Igreja São João Batista, que já é parceira da Prefeitura em outro projeto, de oferta de curso de aprendizagem profissional a jovens que também residem na Vila 29 de Outubro. “Vamos atingir a marca de construção de 300 casas no Paraná neste final de semana, um marco significativo”, comemorou Lucas. No período de 9 a 15 de dezembro, os voluntários voltam para a etapa final, que será de pintura e reparos nas unidades.

Casas e projetos sustentáveis

O TETO atua no Brasil desde 2007 e está presente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná e Minas Gerais. O objetivo é criar de uma ligação entre o voluntariado e a comunidade para gerar soluções concretas para melhorar as condições de vida no local.

Lucas Kogut explica que a organização é conhecida pela construção de casas, fruto da captação junto à sociedade através de campanha de arrecadação, crowfunding (vaquinha virtual) e doações de parceiros. “As casas são um dos projetos, mas atuamos também na oferta de iluminação por meio de painéis solares e captação da água da chuva”, citou o gestor do TETO.

Mudança da realidade

Desde 2017, a Prefeitura tem promovido uma série de ações na Vila 29 de Outubro para dar mais dignidade às famílias que residem naquela ocupação irregular. No ano passado, a Prefeitura organizou uma força tarefa na Regional Tatuquara e reuniu vários órgãos municipais, que prestaram serviços como cadastramento dos moradores e famílias em programas sociais, mutirões de saúde (com médicos e dentistas), emissão de documentos, assistência e orientações de saúde, doação de roupas e de cestas básicas, encaminhamento para vagas de emprego, entre outras.

Em 2018, além de fornecer cestas básicas para 80 famílias em risco social, Prefeitura iniciou um grande trabalho de limpeza das cavas para evitar a propagação de doenças. Em 60 dias foram retiradas 250 toneladas de lixo e materiais diversos.

Além disso, o decreto 688 publicado pelo prefeito Rafael Greca em julho definiu a área como Setor Especial de Habitação de Interesse Social (Sehis). Com isso, a Prefeitura pode fazer intervenções no local. As ruas estão recebendo patrolamento, o Secretaria do Meio Ambiente realizou mutirão de castração e clínica gratuita de animais.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484