Registrar
Acesso à informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Meio Ambiente

Famílias aproveitam o espaço e as atrações do novo Parque Guairacá

14/04/2014 12:45:00

Inaugurado há menos de duas semanas, no dia 29 de março, o Parque Guairacá já foi adotado pela população que mora em seus arredores, no bairro Fazendinha. Com mais de 120 mil metros quadrados, o parque reúne trilha didática, nascente, lago e banhado, além de equipamentos esportivos e de lazer. (para visualizar o cartaz clique AQUI)

“É um grande incentivo para praticarmos atividades físicas diariamente”, disse a estudante Tatiana de Oliveira, que caminhava no parque acompanhada de sua mãe, Selma, e pela cachorrinha Meg. “Antes precisávamos ir de carro até um dos parques da cidade e agora temos tudo isso aqui tão pertinho de casa”, comentou.

Selma, que mora na Fazendinha há mais de 20 anos, falou que a família está satisfeita com o presente que o bairro ganhou. “Este novo parque é ainda mais bonito do que o Barigui, onde costumávamos ir bastante”, disse. Mãe e filha percorriam a Trilha das Águas, uma caminhada didática com 885 metros.

No roteiro didático, o visitante é guiado por placas informativas, que abordam a importância da conservação da água e das áreas de nascentes e banhados. “É algo inédito na cidade, tanto pelo caráter didático quanto por reunir num mesmo local nascente, lago e banhado”, explicou o secretário municipal do Meio Ambiente, Renato Lima.

A Trilha das Águas começa no deque instalado sobre o lago, onde há um mural de orientações. Na sequência, o visitante percorre a nascente da Fazendinha e o Lago Guairacá. “Placas indicativas colocadas no local informam, por exemplo, sobre a função do lago como contenção de enchentes na região”, disse o secretário.

Também fazem parte do percurso áreas de banhado preservadas, que têm a mesma função de retardar e amenizar possíveis inundações, mirante e blocos de rocha com brecha ou falha geológica. Eles indicam que, há milhares de anos, houve ali uma grande movimentação tectônica, local ocupado pelo rio.

“O objetivo é que o local seja visitado por grupos escolares e também por moradores e turistas da cidade, que tem aqui a oportunidade de adquirir conhecimento”, disse Lima. Entre outras atrações do parque, ele destaca a possibilidade de observação do encontro de um afluente com o Rio Barigui, o que permite a comparação da qualidade das águas de ambos.

“O parque tem a missão de mostrar as dificuldades e riscos da ocupação da planície de inundação e as vantagens de reservar esta área para conservação da natureza, através dos parques”, explicou o secretário.

O Guairacá faz parte de um projeto maior, o Rio Parque. O programa prevê a implantação de áreas de preservação e áreas de lazer ao longo dos mais importantes rios da cidade (Barigui, Belém, Atuba).

Estrutura

A nova unidade de conservação conta com espaço de lazer, esporte e preservação ambiental e está instalada na região da Vila Rigoni. A nova área verde tem conexões diretas ainda com o Parque Cambuí e com o Bosque da Fazendinha, o que a transforma numa grande região de preservação.

O Guairacá está localizado  em uma extensão que acompanha as margens do Rio Barigui desde a rua Dionira Klemtz até o parque Cambuí, permitindo a interligação dos espaços. Uma grande área de lazer também conecta o parque ao Bosque da Fazendinha.

O novo parque ocupa 1,3 mil metros lineares às margens do Rio Barigui. Uma das funções da área transformada em parque é amenizar o impacto das chuvas, atuando na contenção de enchentes.

Entre os equipamentos implantados no Parque Guairacá estão pista de passeio compartilhado entre pedestres e ciclistas, quadras esportivas, parquinho e iluminação, além da recomposição da mata ciliar com vegetação nativa.

“Estamos adorando ter esta área de lazer tão perto de casa”, disse o mecânico Valdomiro Correa Machado, que acompanhava a filha Sthefany, de 9 anos, no parquinho do Parque Guairacá.

Há 15 anos morador da região, ele conta que a família costumava frequentar o Parque Barigui, mas que agora ficou muito melhor, pela proximidade do novo parque.

“Esperamos que a população saiba cuidar bem do Guairacá”, comentou. “O parque está muito limpo e lindo e merece ser bem conservado por todos nós”, disse Machado.

Cacique Guairacá

O nome do novo equipamento é uma homenagem ao grande chefe indígena das 12 tribos guaranis, o Cacique Guairacá. No hino de Curitiba, também há uma homenagem ao chefe indígena: " (...) Cidade linda e amorosa da terra de Guairacá (...)"

A área onde foi implantado o Guairacá foi incorporada ao patrimônio municipal por meio de instrumentos legais como pagamento de dívidas com o Município, potencial construtivo, desapropriação e realocação de famílias em áreas de invasão. O custo de implantação do parque foi de R$ 10,1 milhões,  em uma parceria da Prefeitura de Curitiba com a Agência Francesa de Desenvolvimento.

Com a nova área, Curitiba passa a ter aproximadamente 24 milhões de metros quadrados de área verde, somando bosques, praças, reservas particulares e seus 22 parques públicos.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484