Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Saúde

Espera por neurologista em Curitiba cai de 18 meses para quatro semanas

03/02/2015 12:53:00
principal
  • miniatura

Andreia Coutinho procurou a Unidade de Saúde Ipiranga, no bairro Capão Raso, em busca de atendimento para a filha Andrielli Oliveira, de 15 anos, que sofre com convulsões. Duas semanas depois, as duas já estavam no consultório de um neurologista, para uma consulta agendada pela própria unidade. Se o caso tivesse acontecido um ano antes, Andrielli ainda passaria meses na fila de espera para consultar com o especialista.

A rapidez no atendimento é resultado do serviço Telessaúde, implantado pela Prefeitura em dezembro de 2013, em parceria com o Hospital de Clínicas da UFPR e a Secretaria de Estado da Saúde. O Telessaúde é uma plataforma que permite aos médicos das unidades de saúde trocar informações, via internet, com especialistas do Hospital de Clínicas. Desde que o serviço começou a funcionar, o tempo de espera por consulta com neurologistas, que chegava a 18 meses, foi reduzido para no máximo quatro semanas.

Já foram discutidos 7397 casos de pacientes, realizadas 1312 consultas com neurologistas e agendadas 597 tomografias diretamente pelos teleconsultores.

“A médica nos atendeu, conversou com os médicos do Hospital de Clínicas e a consulta já foi marcada. Esse comprometimento e agilidade no atendimento me dão segurança no tratamento da minha filha”, disse a mãe de Andrielli.

Segunda opinião

A redução das filas de espera para a especialidade foi possível porque o Telessaúde aumentou a resolução de casos nas próprias unidades de saúde, que são a porta de entrada dos pacientes no sistema público de saúde. Antes, muitos casos eram encaminhados para neurologistas sem necessidade – e, assim, casos mais urgentes tinham que esperar.

“Muitas vezes o médico precisa apenas de uma segunda opinião para completar o diagnóstico do paciente e com o Telessaúde isso é possível. A intenção agora é expandir o programa para outras especialidades”, afirma o secretário municipal de Saúde, Adriano Massuda.

A intenção da secretaria agora é expandir o programa para outras especialidades, como a endocrinologia, e no apoio a exames cardiológicos.

Como funciona

Com o Telessaúde, os médicos das unidades encaminham via internet suas dúvidas para especialistas, que têm 72 horas para dar a orientação sobre o caso. Outra facilidade proporcionada pelo serviço é que muitas vezes o paciente é encaminhado já com exames mais simples realizados, agilizando o atendimento.

Para o neurologista do Hospital de Clínicas Marcos Lange, a rapidez na consulta especializada contribuiu na investigação clínica e resolução de muitos casos. “Antes da implantação do Telessaúde registrávamos cerca de 30% de faltas nas consultas, além do fato de muitos pacientes atendidos já não apresentarem os sintomas que levaram os médicos das unidades de saúde a solicitarem a consulta. Agora atendemos aqueles que realmente precisam, antes que o caso evolua para algo mais complicado de ser resolvido”, diz.

Para a médica Angela Fleury Curato, que atende na unidade de saúde Cândido Portinari, o serviço permite que o médico consiga, além do apoio no atendimento, marcar exames ou fazer o encaminhamento de forma mais ágil. “Teve um caso em especial que atendi, de um paciente com um AVC grave, que conseguiu encaminhamento rápido. Antes da implantação do Telessaúde, ele poderia ficar aguardando meses na fila para se consultar com o especialista”, contou.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484