Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Carnaval 2017

Desfile de escolas de samba e blocos empolga público de 15 mil pessoas

26/02/2017 10:54:00

Alegria não faltou na Avenida Marechal Deodoro neste sábado (25) nos desfiles do Carnaval 2017, promovido pela Prefeitura e Fundação Cultural de Curitiba (FCC). Os foliões lotaram as arquibancadas, adultos e crianças cantaram e brincaram até a última escola desfilar. O prefeito Rafael Greca acompanhou todo o desfile e mostrou que tem samba no pé. "Eu gosto muito do carnaval de Curitiba porque ele é familiar. Crianças, idosos, pais e mães, famílias inteiras fazem um encontro da cidade na Marechal, transformada num grande baile, é um carnaval que não pode morrer é que precisa ser apoiado", disse o prefeito.

Cerca de 15 mil pessoas assistiram ao desfile, que ocorreu tranquilo, sem ocorrências registradas pela Policia Militar, Guarda Municipal e Polícia Civil, responsáveis pela segurança do evento.

A nutricionista Anne Varjão estava com a filha Rayla, de 8 anos, e gostou do que viu. "Tudo bem organizado, bem animado", disse. Ela estava com amiga Ana Michele de Oliveira Batista, que levou para a Marechal Deodoro as filhas Júlia e Milena.

As francesas Izabel Muxi e Poline Bouvet, de férias no Brasil, estão há dois dias em Curitiba e gostaram da alegria contagiante. Animadas, foram se maquiar no camarim da equipe do Palhaço Piri. "Nós gostamos muito da festa, da cidade. Os parques são lindos", elogiou Poline.

Programação

O desfile começou com o Bloco Afoxé, que reúne integrantes de terreiros de umbanda e candomblé. O bloco faz uma limpeza na avenida e pede a benção dos Orixás. Marlene Costa, mãe Odé Kitálogi, tem 73 anos e todo ano participa dos desfiles. "É uma oportunidade para acabar com o preconceito, para mostrar às pessoas que fazemos o bem", afirmou.

O bloco Derrepente nasceu no Rebouças e há mais de 20 anos desfila nas ruas de Curitiba. Este ano, trouxe levou à festa o tema Beijo na Boca. Já o Ideais do Samba homenageou o carnavalesco Chocolate. "O mais autêntico sambista de Curitiba", disse Moisés Ramos (63), integrante do bloco que nasceu no Capão da Imbuia há 47 anos. 

Depois, foi a vez do bloco evangélico Unidos de Judá, que desfilou bonito trazendo no enredo o amor é a fé. E, finalmente, o Rancho das Flores, que também cantou o amor e abriu o desfile das escolas de samba. Os Internautas foi a primeira, com 190 componentes e o enredo Uma Fantástica Viagem de Trem ao Litoral, que conta a história de uma viagem de trem de Curitiba até Morretes. Os 230 componentes da Império Real de Colombo cantaram a diversidade com o enredo De Stone Wall ao Clube Operário. 

A Imperatriz da Liberdade fez o público cantar com os seus 250 integrantes e o samba O Império das Águas na Corte da Imperatriz.

A Embaixadores da Alegria fez uma homenagem a Luiz Gonzaga ao apresentar ao público o enredo Embaixadores Canta Gonzaga de todo Coração. Os 309 componentes coloriram a a avenida de vermelho, branco e azul.

A penúltima escola a desfilar foi a Acadêmicos da Realeza, que empolgou a arquibancada ao cantar Querem Acabar, Mas eu Não Deixo", os 320 componentes mostraram que Curitiba tem carnaval. Já eram quase 3 horas da madrugada quando a Mocidade Azul sacudiu o público com o samba Hoje tem Festa? Tem Sim Senhor! E a Mocidade o que é? Alegria e Samba no Pé. Os 550 componentes cantaram uma explosão de alegria e amor.

Trabalho

Toda a festa envolve um número muito grande de pessoas que trabalham sem parar. O trabalho é coordenado pelo presidente da Comissão de Carnaval, Jaciel Teixeira,  que estava satisfeito com o resultado. "Foi uma festa bonita. Os blocos mostraram que podem virar escolas do Grupo de Acesso. A decisão das escolas de não ter disputa, neste ano, deu um gás a mais, elas desfilaram mais leves, mais soltas, mais descontraídas e com muita criatividade."

Toda essa alegria, que terminou só depois das 3 horas deste domingo (26), começou às 15 horas de sábado com o Baile Infantil do Curitibinha, animado pela Banda Lefigarroo e que vai se repetir no ano que vem, segundo o prefeito Rafael Greca. "Eu fiquei emocionado com o carnaval infantil e trouxe o personagem Curitibinha para motivar as crianças a irem à escola para estudar. O ano que vem o carnaval das crianças vai acontecer todos os dias dessa grande festa", disse o prefeito.

O Carnaval 2017 teve apoio das secretarias da Saúde, do Meio Ambiente, do Urbanismo, do Governo Municipal e da Defesa Social e Trânsito, da Fundação de Ação Social (FAS) e da Urbs, das políciais Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros.

Estiveram na avenida o presidente da Câmara Municipal, Serginho do Posto, o presidente do Instituto Municipal de Administração Pública (Imap), Alexandre Jarschel de Oliveira, a superintendente da FCC, Ana Cristina de Castro, o diretor de Ação Cultural da fundação, Beto Lanza, e o diretor Administrativo Financeiro da FCC, Cristiano Morrissy .

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484