Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Carnaval 2017

Crianças recebem máscaras e leques em alerta contra o trabalho infantil

25/02/2017 17:10:00

As crianças e adolescentes que brincaram o carnaval na Avenida Marechal Deodoro, no Centro, na tarde deste sábado (25), receberam máscaras e leques que trazem no verso um alerta contra o trabalho infantil. O material faz parte da campanha estadual No Bloco da Alegria, Trabalho Infantil Não Tem Vez e foi distribuído por servidores da Fundação de Ação Social (FAS) na avenida e no entorno, como as praças Tiradentes, Rui Barbosa e Santos Andrade.

“Nosso objetivo é prevenir a violência contra as crianças e os adolescentes, que pode acontecer em grandes eventos, onde há aglomeração de pessoas”, explicou a diretora da Proteção Social Especial da FAS, Cláudia Estorílio. Segundo ela, durante a ação socioeducativa, os pais ou responsáveis foram orientados sobre o que é o trabalho infantil, principalmente o de exploração sexual de crianças e adolescentes, e sobre como denunciar.   

Em Curitiba, o combate ao trabalho infantil, com foco principalmente na exploração sexual, faz parte dos eixos prioritários do prefeito Rafael Greca na área da assistência social, que é o enfrentamento às situações de risco e violações de direitos.

Conscientização

Além das máscaras e leques, as crianças receberam pulseiras de identificação para ajudar na localização, caso se perdessem dos pais. Fabiane Cordeiro, que levou o filho Carlos Eduardo, de 3 anos, para pular o carnaval, gostou das orientações. “A rua reúne vários grupos sociais e esse tipo de informação é muito bom porque conscientiza as pessoas sobre o que é certo e o que é errado”, disse.

Patrícia Boulos também achou a ação “muito boa”. Acompanhada da filha Isabelly, de 6 anos, Patrícia lembrou que há muitos casos de trabalho infantil e que as pessoas precisam saber que é crime obrigar uma criança a trabalhar. “As pessoas acham que é normal, mas não é. Criança tem que brincar e estudar”, disse.  

Denúncia

Em Curitiba, casos de violência contra as crianças e adolescentes podem ser denunciados pelo telefone 156, canal de comunicação da Prefeitura de Curitiba com a população. Nos demais municípios, a denúncia pode ser feita pelo telefone 181, do Governo do Estado. 

A ligação é gratuita e o atendimento funciona 24 horas, todos os dias da semana, com garantia de sigilo das informações e de quem faz a denúncia.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484